diário nos bairros

Moradores do Bairro Passo D'Areia enfrentam a falta de abrigo para esperar ônibus

Alagamentos, falta de creches e posto de saúde também estão na lista de reclamações

Fotos: Natália Venturini (Diário)
Ausência de paradas cobertas incomoda população. Noara Langendole enfrenta dias quentes e chuva para poder levar ao filho na escola e ir trabalhar

Os moradores da Vila Oliveira, no Bairro Passo D'Areia, na zona Centro-Oeste da cidade, reclamam do descaso do poder público Segundo a vizinhança, faltam abrigos e placas de sinalização para paradas de ônibus e há poucos horários de transporte coletivo disponibilizados para o bairro. Além disso, conforme os moradores, muitas vezes, os ônibus acabam não passando nos horários previstos.

- Eu preciso levar meu filho todos os dias para a escola para, depois, poder ir trabalhar. Quando está chovendo, nós nos molhamos muito e, em dias de calor, não tem uma sombra para esperar pelo transporte. Essa situação é diária e afeta a todos os vizinhos - reclama a comerciaria Noara Langendole, 30 anos, que mora no bairro desde quando era criança.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre a falta de horários do transporte coletivo
De acordo com a Secretaria de Mobilidade Urbana, o setor de transportes fará um estudo no local para verificar a demanda de mais horários. Não foi informado prazo para o serviço.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre a falta de paradas de ônibus
A Secretaria de Mobilidade Urbana diz que novos abrigos serão instalados após a finalização da licitação do transporte coletivo, mas sem data prevista para ocorrer. 

Ruas esburacadas incomodam vizinhança do Bairro Renascença

Ainda conforme os moradores, muitos animais estão soltos pela vizinhança. Além de sofrerem maus tratos, os bichos também podem representar perigo de acidente para ciclistas, motociclistas, motoristas e pedestres.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre os animais abandonados
A Secretaria de Meio Ambiente diz que a Central de Controle e Bem-Estar Animal atua nos casos de crueldade e abandono animal. A comunidade pode denunciar pelo número (55) 3921-7150 ou pelos e-mails [email protected] ou [email protected]

Faltam calçamento e sinalização no Bairro Nonoai

Outro problema, este para quem precisa circular pelo local a pé, é o estado de conservação das calçadas do bairro. Muitas vezes, os pedestres precisam andar pela rua, já que há trechos em que não existem calçadas e, em outros, elas estão intransitáveis.  
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre as calçadas
De acordo com o Setor de Fiscalização da prefeitura, a construção e manutenção de calçadas é de responsabilidade dos moradores, e a prefeitura tem o papel de fiscalização. Não foi informado se a prefeitura fará a fiscalização no local. 

Está bem difícil passar pelas ruas do Bairro Lorenzi

Os moradores do bairro também sofrem com a falta de um posto de saúde próximo. Segundo a vizinhança, a população é atendida no Centro Social Urbano, na Rua Venâncio Aires, 2.645, mas o deslocamento fica difícil para quem precisa ir ao local com mais frequência.

- Eu já não tenho saúde para andar muito a pé. Quando estou mal, preciso pagar um táxi para me levar até o Centro Social, pois não consigo subir no ônibus. Se tivesse um posto de saúde que fosse dentro do bairro, não gastaria tanto e, para mim, seria mais fácil conseguir atendimento médico - lamenta a aposentada Marli Ester Spolador dos Santos, 59 anos, que há 25 mora na Vila Oliveira.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre a falta de posto de saúde
De acordo com a Secretaria de Saúde, os moradores podem procurar o Centro Social Urbano, que fica na Rua Venâncio Aires, 2.645, ao lado do Batalhão de Operações Especiais, que é a unidade de saúde referência da região. O horário de funcionamento é de segunda à sexta-feira, das 7h às 17h. O local conta com médico clínico geral, pediatra, ginecologista e obstetra, realização de exames nas quartas e sextas-feiras pela manhã, dentista todos os dias, atendimento de enfermagem e outros serviços. A Estratégia Saúde da Família da Vila Lídia, localizada na Rua Maestro Ribas Barbosa, sem número, também é referência para a região, de acordo com a prefeitura. Apesar de atender preferencialmente à comunidade da Vila Lídia, a unidade também está à disposição de quem mora no Bairro Passo D'Areia.

Buraqueira incomoda moradores do Bairro Boi Morto

A vizinhança reclama, ainda, que não existe creche municipal no bairro, e pais e responsáveis precisam levar as crianças para locais mais longes ou até para creches particulares no centro da cidade.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre a falta de creche
Conforme a Secretaria de Educação, não há previsão de abertura de uma nova creche na Vila Oliveira. 

Outro problema, segundo os moradores, fica por conta dos inúmeros buracos em ruas como a Ernesto Alves. A via é de paralelepípedo, mas tem um trecho que está tomado pela buraqueira.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre a buraqueira nas ruas
A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos diz que a Rua Ernesto Alves vai entrar no cronograma de manutenção, mas não há data prevista para o serviço ocorrer. 

Sobram problemas e falta manutenção no Bairro São José

Na mesma rua, os moradores dizem que os fios de energia que saem das casas são a única coisa que segura os postes de energia. Um desses postes, que fica no cruzamento das Ruas Ernesto Alves com Ernesto Beck, está inclinado para a via e corre risco de cair. 

- Essa situação é um descaso, ele (o poste) só tem os fios segurando. E se ele cair e uma tragédia acontecer, quem se responsabilizará por isso? Nós já recorremos diversas vezes paras os órgãos competentes, mas não adianta nada, não tomam providências - lamenta o aposentado Paulo Gomes Corrêa, 65 anos.
O QUE DIZ A RGE SUL Sobre os postes de energia
Conforme a assessoria da companhia de energia elétrica RGE Sul, que encaminhou a resposta ao Diário na manhã da última segunda-feira, dia em que a reportagem sobre o problema foi publicada na edição impressa do jornal, o os postes da Rua Ernesto Alves já constam no plano de substituições, e a previsão de troca é para o mês de junho. 

Vizinhos do Bairro Juscelino Kubitschek sofrem com buracos e faltam de ônibus

No cruzamento da Rua Ernesto Alves com a Valdeci dos Santos Vieira, existe um terreno baldio, onde há muito lixo acumulado e mato alto. Os moradores dizem que já reclamaram do problema na Secretaria de Meio Ambiente, mas que nada foi feito até agora. 

O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre o terreno baldio
O Executivo diz que precisa analisar se o terreno é público ou particular para tomar as devidas providências. Não foi dado prazo para que o serviço seja feito  

Foto: Natália Venturini (Diário)
Terreno baldio tem muito lixo acumulado, o que incomoda a população

Além disso, os moradores das Ruas Aristides Lobo e Marechal Mallet sofrem com os constantes alagamentos em dias de muita chuva. Segundo eles, a água desce desde a Rua dos Andradas, no centro da cidade, e invade os pátios das casas da Vila Oliveira.

- Não podemos sair de casa em dias de alagamento. A água sobe mais de um metro. Já perdi muitos objetos que ficavam no pátio - conta a aposentada Eunice de Lourdes Rossi, 67 anos, que há 54 mora no bairro.

Famílias de baixa renda receberão conversor de digital de TV

O sapateiro Nilvo Kunde, 63 anos, também reclama que a casa dele já foi invadida pela água e que precisou levantar o assoalho da casa para não perder mais os móveis. Ele mora no bairro há 30 anos e diz que convive com o problema desde que se mudou para o local.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre os alagamentos
A Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos diz que as redes pluviais das Ruas Aristides Lobo e Marechal Mallet recebem manutenção periódica mediante a abertura de protocolo na pasta. Não foi dado prazo para nova manutenção. 

Impostos municipais podem ser pagos com cartão bancário

Outro problema é a Avenida Dom Ivo Lorscheiter, que, além de animais abandonados, tem muito lixo jogado e mato alto.
O QUE DIZ A PREFEITURA Sobre o lixo na Avenida Dom Ivo Lorscheiter
A Secretaria de Meio Ambiente diz que fará uma vistoria para ver a possibilidade de realizar um mutirão de limpeza do lixo.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190