verão

Campanha de curso da UFN arrecada protetor solar para os trabalhadores

A organização do projeto pede que os filtros solares doados sejam de fator 30 ou superiores

18.409


Foto: Pedro Piegas (Diário)

O verão de Santa Maria é conhecido pelo calorão e pelo sol forte. A indicação médica para quem anda na rua ou trabalha por muito tempo exposto ao sol forte é usar protetor solar. Em uma rápida pesquisa na internet, verifica-se que um tubo de protetor solar, fator 30, pode custar até R$ 30. Para um trabalhador que recebe um salário mínimo - que atualmente é de R$ 1.045 - e precisa arcar com as despesas mensais, esse valor pode pesar no orçamento. Pensando nisso, o curso de Física Médica da Universidade Franciscana (UFN) criou uma campanha de arrecadação para distribuir o produto para trabalhadores que se colocam por muito tempo em exposição ao sol, como garis, agricultores, pedreiros, entre outros.


Segundo a coordenadora do curso, Ana Paula Schwarz, esta ação está vinculada às disciplinas Projetos Integrados de Física em Saúde e Proteção Radiológica, e a ideia partiu da professora Solange Binotto Fagan.
 - Os protetores serão entregues para trabalhadores vulneráveis expostos à radiação ultravioleta (UV), catadores de materiais recicláveis, agricultores e trabalhadores da construção civil. Estamos vendo a adesão à campanha e entraremos em contato com associações. Vamos priorizar os mais vulneráveis, os catadores e, após, os demais trabalhadores - explica Ana Paula.

VÍDEO: UFSM vai levar aulas pela rádio e TV para alunos da Educação Básica

A organização do projeto pede que, se possível, os filtros solares doados sejam de fator de proteção (FPS) 30 ou superiores. Os produtos podem ser entregues nas recepções dos conjuntos 1 e 3 da UFN, até a próxima segunda-feira. Ana Paula ressalta a importância da campanha para alertar quem trabalha em locais externos e sem proteção: - A Sociedade Brasileira de Dermatologia indica o protetor solar como item essencial, pois há partes do corpo que não ficam cobertas. E há uma grande incidência de câncer de pele no pais, principalmente entre os moradores da Região Sul. Porém, o protetor solar não faz parte do EPI fornecido pelas empresas para os trabalhadores que executam suas tarefas na rua ou ao ar livre. 

Confira como participar da iniciativa e auxiliar os profissionais de diferentes áreas da cidade: 

  • O que doar - Protetores solares dentro do prazo de validade e, se possível, com fator (FPS) acima de 30. Pode também ser feita ajuda em dinheiro, caso empresas queiram participar como parceiras da campanha  
  • Onde entregar - Conjuntos 1 (Rua dos Andradas, 1.614, Bairro Centro) e 3 (Rua Silva Jardim, 1.175, Bairro Nossa Senhora do Rosário) da UFN. A equipe também pode buscar no local  
  • Até quando - Até dia 21 de dezembro
  • Informações - (55) 98107-0551


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190