tendência

Produção brasileira da Netflix, a tendência camponesa, #lookdodia e um blush maravilhoso

Confira a coluna de Camila Cunha na Revista Mix


Netflix

Na última semana, uma produção nacional despontou em meio aos sucessos internacionais na Netflix. Bom dia, Verônica é um suspense policial de tirar o sono. A trama é uma adaptação do livro de Ilana Casoy e Raphael Montes, de 2016. Ao longo dos oito episódios, Verônica Torres (Tainá Muller), uma escrivã de uma delegacia de homicídios, entra em uma perigosa corrida para encontrar um criminoso que usa as redes sociais para atrair e violentar mulheres. Em seguida, assassinatos em série começam a assombrar a região. Em meio a essa busca, Verônica acaba encontrando Janete (Camila Morgado), que é vítima de violência doméstica por parte de seu marido, o policial Brandão (Eduardo Moscovis). A história começa a ficar cada vez mais assustadora, cercada de suspense e cenas pesadas. Feminicídio, violência, misoginia, corrupção, descaso, ética, justiça, falhas de todo um sistema... Uma realidade que, infelizmente, não está restrita à ficção. Eu ainda não terminei a série, mas logo de começo, fiquei envolvida. Tanto que resolvi indicar mesmo sem concluir. É uma excelente opção para amantes de investigações criminais e uma reflexão dolorosa e contundente da vida real. Aproveitando o gancho, vai uma dica de leitura: a autora Ilana Casoy é uma criminóloga e fez o roteiro do filme sobre o caso Suzane Richtofen, além de vários livros de sucesso. Indico o A Prova é a Testemunha, em que Ilana narra o julgamento do casal Nardoni, condenado pela morte de Isabella Nardoni.

Camponesa Fashion

Trouxe da minha coluna do site do Diário para as páginas da Revista Mix uma brisa do campo (risos). Um "primo" do Boho e do Hippie Chic está tomando conta das vitrines e virando opção de muita gente. E vamos de nome difícil: Cottagecore. Trata-se de uma tendência (ou quem sabe um estilo de vida, por que não?) que remete leveza, simplicidade, conforto e natureza. Os últimos tempos trouxeram à tona essas preferências e elas refletiram em tudo, inclusive, na forma de se vestir. O conforto, mais do que nunca, virou prioridade. A tradução de Cottagecore mistura cabana e núcleo. Na prática, as peças, por vezes, são românticas e até nostálgicas. Podem ser vestidos longos, estampas com minifloral, o xadrez quadriculado - conhecido como Vichy - tons terrosos e também clarinhos, tecidos leves, linho, lenços, amarrações, mangas de princesa, cintura marcada... Uma vibe camponesa (risos). Eu já estou bem rendida, mas gosto de contrastar com peças pesadas, como coturnos, tênis. As referências campestres não estão aparecendo só nos looks, mas, também, no mundo da beleza, com maquiagens com um ar mais leve e natural, sobrancelhas menos marcadas, cabelos não tão alinhados, cortes que garantam movimento, mechas em tons mais quentes... Assim como na decoração, com plantas, capins, crochê, tecidos naturais que remetem a um ambiente rústico. Que tal?! Já queria um picnic no campo (risos).


Look do Dia

O #lookdodia desta semana complementa uma das pautas aqui da coluna. Modéstia à parte (risos), meu vestido é um belo exemplo da tendência Cottagecore. Mangas bufantes, lastex, minifloral... Bem camponesa. Só faltou o lencinho (risos). Quem curtiu e também pensa em aderir a essa tendência?!

Produtinhos: Blush

Atenção, apaixonadas por make! Corram aqui! Bom, muitas de vocês já devem ter visto pelas redes, ou ao vivo mesmo, os lançamentos da @marisaad. A influenciadora Mariana Saad tem uma linha de maquiagens em parceria com a marca Océane. São produtos incríveis, lindos, de qualidade e com preço ok (justo). Eu uso vários, como sombras com glitter, paleta de sombras, iluminador (o mais lindo da vida). Agora, os queridinhos são os blushs. Para quem gosta de dar aquela "coradinha" nas maçãs do rosto, a Mari trouxe diferentes tons. Anota aí os nomes de alguns: Call Me Blush (tom laranja com cintilância), Cherry (rosa marcante e cintilante), First Love (único opaco da linha e puxa para um tom coral). O meu favorito é o Sun Kissed - um mosaico de dourado com rosa, parece um iluminador. Ah! Cuida na hora de aplicar. Se colocado em excesso, pode ficar meia palhaça. Já os mais escuros, podem parecer até uma chinelada nas bochechas (socorro!). Se tiver dúvidas, bora conferir tutoriais na internet. Eles ajudam muito na hora da make. Curto a ideia de usá-los como sombra também. Os tons quentes estão muito em alta. A média de preços que vi na internet é de R$ 45 e R$ 50. Divinos né?



fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190