Recuperado

'Se o futebol voltasse hoje, eu estaria pronto', diz Eduardo, o Edugol

Depois que a pandemia do coronavírus passar, Inter-SM deverá contar com o futebol do centroavante que fez sucesso no clube em 2017

18.388


Foto: Charles Guerra (Arquivo/Diário) 

Centroavante fez sucesso com a camisa do Alvirrubro em 2017

No último dia 10 de fevereiro, o centroavante Eduardo, o Edugol, desembarcou em Santa Maria para o tratamento de uma lesão no joelho esquerdo, no qual conta com o apoio do Inter-SM. O camisa 9 chegou com a expectativa sobre sua recuperação e de um provável aproveitamento pelo clube na disputa da Divisão de Acesso. Em meio às sessões de recondicionamento físico, e tratamento clínico e de fisioterapia, veio a pandemia de coronavírus e o futebol, como um todo, está parado.

CBF libera verba para auxiliar árbitros do quadro nacional

Pois, o Diário foi conversar com o camisa 9, que fez sucesso no Alvirrubro em 2017, para verificar como está a recuperação do jogador, e quais são as expectativas diante de uma temporada cheia de incertezas.

Diário - Como anda tua rotina de treinamentos e recuperação?
Eduardo, o Edugol - Não parei os treinos em nenhum momento. Assim que houve a paralisação no Inter-SM, já comecei a me mexer, pois tenho um amigo fisioterapeuta, em Jales, interior de São Paulo. Peguei meu voo direto para cá e continuei as atividades. São dois turnos por dia, manhã e tarde, uma hora e 30 minutos, de segunda a sexta. Meu fisioterapeuta é o Douglas Xavier, que já trabalhou comigo e eu tenho o suporte do presidente do Inter-SM, o Jauri Schneider Daros, que está arcando com as despesas da fisioterapia. Há uma semana comecei também a transição para o campo, com o preparador físico, o Júnior Aguiar.

Diário - Tu tens contrato com o Inter-SM? Mantém contato com alguém do clube?
Eduardo - Não tenho contrato com o clube, mas estou "apalavrado" com o presidente Jauri e o Marcos Pedroso (faz parte da diretoria do clube). Falei ao presidente que eu quero jogar no Inter-SM assim que a pandemia passar e quando eu estiver 100%. É assim que estamos resolvendo a situação. O clube está me auxiliando, me dando esta força. Mantenho contato com o Fabrício Ziegler, auxiliar da preparação física do Inter-SM. Ele está fazendo a parte de personal para mim e me indica todos os exercícios que eu posso fazer.

Diário - Tu ainda sente dores no joelho?
Eduardo - Minha dor sumiu toda. Não tenho limitação em nenhum movimento. Agora é só focar na parte física. Serei liberado nesta sexta-feira da fisioterapia e vou continuar meu tratamento em casa. Tenho todo um cronograma montado pelo Douglas (fisioterapeuta) que vou seguir até essa situação toda se resolver (volta do futebol).

Diário - Qual tua posição sobre a pandemia do coronavírus?
Eduardo - É delicado para todos nós. Não dá para brincar. É uma situação nova, nunca vivemos isso. A gente não sabe quando vai voltar, se vai voltar, quando isso vai passar. Só sei que o atleta não pode parar, tem que se manter ativo, pois depende do corpo. Infelizmente, o jogador não pode ficar de quarentena, dentro de casa, só assistindo televisão, comendo e vendo notícia, porque a hora que isso tudo acabar o tempo de preparação será pequeno e os jogos logo vão começar. Será uma mini pré-temporada e o atleta precisa estar com a musculatura ativa.

Diário - Assim que a pandemia do coronavírus passar, a tua vontade é jogar no Inter-SM?
Eduardo - Eu estou apalavrado com a diretoria do Inter-SM que está me dando todo o respaldo na minha recuperação, mas a gente não sabe o que será o dia de amanhã para todos nós. Minha vontade é de atuar no Inter-SM, com o maior prazer, por gratidão, por amor ao clube e por tudo que estão fazendo por mim. Será o cenário ideal, depois que tudo isso passar. Vou focar na recuperação, que está no final, e esperar as resoluções. Vamos aguardar o que vai acontecer para todos nós atletas, do clube, do país, mas se depender de mim, volto para Santa Maria amanhã. Se o futebol voltasse hoje, eu já estaria pronto.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190