Polêmica

Ida de Eduardo para o São Luiz causa indignação na diretoria do Inter-SM

Jogador tinha acerto verbal com o clube, mas como a Divisão de Acesso não tem data para reiniciar, centroavante foi para outra equipe

18.388

Foto: Pedro Piegas (Diário)
Em 10 de fevereiro, atleta chegou ao clube e concedeu entrevista ao lado do presidente Jauri Daros, à esquerda, e do médico Humberto Palma

O centroavante Eduardo, o Edugol, destaque do Inter-SM em 2017, vai disputar a Série D do Campeonato Brasileiro. No domingo à noite, o São Luiz, de Ijuí, anunciou sua contratação. Pois o acerto causou uma indisposição do atleta com a diretoria do Alvirrubro, que vinha auxiliando o camisa 9 no processo de recuperação de uma lesão no joelho e contava com ele no elenco, assim que a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) estabelecesse uma possível volta da Divisão de Acesso. A principal justificativa dada por Edugol para tomar novos rumos é o fato do Acesso Gaúcho não ter um calendário definido, sendo que disputando a Série D nacional, ele tem emprego garantido até o final de novembro, data prevista para a última rodada da fase classificatória.

Três temporadas depois, centroavante Eduardo, o Edugol, está de volta ao Presidente Vargas

No dia 10 de fevereiro, Eduardo se apresentou no Estádio Presidente Vargas. Enquanto isso, a direção da Baixada bancou tratamento, exames, fisioterapia, e, em meio à pandemia, seguia enviando um valor mensal para auxiliar o atleta. Em contrapartida, havia um acordo verbal, e o centroavante prometia assinar contrato com o clube tão logo fosse confirmada a retomada da competição.

- O principal motivo para eu acertar com o São Luiz foi a indefinição sobre a data que a Divisão de Acesso vai voltar. Estão insinuando que eu sou mau-caráter e estaria traindo o clube, mas a verdade é que eu comuniquei o presidente do Inter-SM. Eu fui transparente. Prova disso é que no contrato com o São Luiz, fiz questão de colocar que, em caso de uma futura venda, um percentual vai para o Inter-SM em forma de gratidão por tudo que fizeram por mim na ajuda para eu recuperar minha lesão - afirma Eduardo.

As dificuldades financeiras trazidas pela pandemia também influenciaram para que Eduardo acertasse com o São Luiz.

- Eu sou um ser humano que está passando dificuldade financeira assim como muitos outros jogadores. E se eu ficar esperando e a Divisão de Acesso não voltar? Apareceu essa oportunidade de disputar um torneio nacional e a Série A do Gauchão do ano que vem. Não posso ficar escolhendo. Preciso trabalhar. Não posso trocar o certo pelo duvidoso - justifica o centroavante.

Centroavante Eduardo, o Edugol, vai para o São Luiz disputar a Série D do Brasileirão

Lado do Inter-SM 

A direção do Inter-SM, por meio do presidente Jauri Schneider Daros, se mostra irredutível e considera que a atitude tomada por Eduardo acabou sendo uma traição para o clube que o acolheu. 

- O Eduardo procurou o clube no início do ano, no dia 31 de janeiro, para buscar ajuda no tratamento de uma lesão, e o Inter-SM o recebeu. Apostamos no jogador. Bancamos fisioterapia, exames, academia. Mesmo com a pandemia, até a semana passada o clube permanecia enviando uma ajuda mensal para ele. Entre todas as despesas que tivemos com ele, desde fevereiro, incluindo hospedagem, alimentação no período em que o atleta ficou na cidade, mais as passagens, o valor chega a mais de R$ 15mil - diz Daros.

Nem as indefinições sobre a volta da Divisão de Acesso convencem a direção do Alvirrubro.

- A atitude que ele está tomando não é a correta. Nada justifica. Ele recebia um valor do clube mensalmente, mesmo sem contrato. Estávamos "apalavrados". Ele até nos disse que numa futura venda o clube poderia receber algum dinheiro, mas acho muito difícil - complementa o mandatário da Baixada.

Leia mais sobre Esportes

Em 2017, Eduardo participou da campanha semifinalista do Inter-SM na Divisão de Acesso, quando o clube deixou escapar a vaga para a elite do futebol gaúcho justamente contra o São Luiz, em Ijuí. O camisa 9 marcou nove gols em 14 partidas.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190