Entrevista

'A Divisão de Acesso pode voltar em agosto. Já temos uma data para trabalhar em cima', diz Sananduva

Técnico do Inter-SM fala sobre a previsão do retorno da competição e sua rotina atual

18.388

Foto: Pedro Piegas (Diário)
Mesmo residindo em Veranópolis, comandante do Alvirrubro continua trabalhando em prol do clube

A previsão da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) é que a bola volte a rolar na Divisão de Acesso em agosto. Até lá, os clubes terão que se reorganizar, readequar contratos dos profissionais e definir, quando, e como, irão marcar a reapresentação para retomar os treinamentos. E, claro, tudo depende do controle da pandemia do coronavírus e das regras definidas pelas autoridades governamentais. Enquanto espera o tempo passar, o técnico do Inter-SM, Sananduva, mesmo a distância, segue trabalhando em prol do Alvirrubro, pois mantém contato direto com a direção do clube. O Diário de Santa Maria conversou com o treinador e você acompanha os principais trechos a seguir. 

A Divisão de Acesso já tem data para recomeçar

Diário - A Divisão de Acesso pode voltar em agosto. A direção do Inter-SM fez contato contigo? Começou uma espécie de "replanejamento"? 

Sananduva - É uma posição da Federação para tentar voltar em agosto. Já se tem uma data para trabalhar em cima. A direção do Inter-SM tem feito contato comigo, temos debatido nossa situação social e precisamos ser ponderados naquilo que vamos poder fazer. É uma possibilidade que a Divisão de Acesso recomece em agosto. Vamos esperar o que for acontecendo. Nós, da comissão técnica, temos conversado com a direção, pelo menos três vezes na semana, para tratar do que pode acontecer com o plantel, parte jurídica, financeira, pois vivemos uma situação que é bem delicada. Nosso preparador físico (Henrique Braibante) tem feito contato com os atletas para que não se perca toda a condição física. Enfim, faremos o possível para que estejamos preparados se o campeonato voltar mesmo a ser realizado em agosto.

Diário - Se a Divisão de Acesso reiniciar mesmo em agosto, tu consideras que é começar do zero? 

Sananduva - É quase do zero. É verdade que o grupo de atletas já conhece os nossos métodos, mas, em termos de condição física, será um recomeço. O ideal seria ter, no mínimo, 30 dias de pré-temporada, para iniciarmos numa condição boa e até para não correr muitos riscos. Vamos ver se isso será viável, para tentarmos minimizar os erros.

'Se o futebol voltasse hoje, eu estaria pronto', diz Eduardo, o Edugol

Diário - A ideia é manter 100% do elenco de jogadores? Tu tens conversado com as lideranças do grupo? 

Sananduva - Queremos manter todo o grupo, mas depende de várias situações. Tem que ver a parte jurídica, financeira, do Sindicatos dos Atletas e tudo que envolve até chegar o mês de agosto. Eu tenho conversado com o Chiquinho, Pedro Lima (zagueiro) e outros atletas, sempre no intuito de segurar a maioria. O Inter-SM tem feito o máximo de esforço para auxiliar os jogadores, suas famílias, mas, claro, a condição das finanças para ninguém está boa. Por mim, fica todo mundo, mas se algum atleta não quiser permanecer tem que sentar e negociar. O bom senso tem que prevalecer e depois de uma conversa, as coisas devem ser resolvidas da melhor maneira possível.

Diário - Alguns times cogitam desistir da disputa da Divisão de Acesso, se ela retornar mesmo em agosto. O que sabes sobre isso? 

Sananduva - A gente sabe que é uma situação difícil e esperamos que nenhum clube desista. Sabemos que a situação financeira da grande maioria dos clubes é complicada. Queremos que todos permaneçam. Deveremos ter algumas leis e situações impostas pela Federação Gaúcha de Futebol. A gente quer que seja um campeonato resolvido dentro de campo e que todos times possam superar os problemas que a pandemia os causou.

Diário - Como tem sido a rotina do Sananduva? 

Sananduva - Estou em Veranópolis, onde resido com minha família. Aqui é a terra da longevidade, o número de idosos é grande e foi tomado um cuidado redobrado. Em alguns momentos, a cidade estava bem isolada mesmo. Nos últimos dias que as pessoas começaram a sair um pouco mais. Tenho ficado em casa e aproveitado para ler, estudar, assistir vídeos e tentar crescer como treinador. Tenho respeitado as regras, fazendo o que é sugerido, que é ficar em casa. À tardinha, às vezes, eu tento sair para correr, me exercitar, em locais onde não tenha praticamente ninguém. Como cidadão, tenho feito minha parte no dia a dia.

Leia mais sobre Esportes

Diário - Qual o recado tu deixas para o torcedor do Inter-SM que tinha criado uma boa expectativa sobre a campanha do clube na Divisão de Acesso e que agora vive um momento de incertezas?

Sananduva - A primeira coisa que temos que fazer é cuidar da nossa saúde e de quem está ao nosso redor. Que a torcida seja para que a pandemia se resolva logo e que seja encontrado, o quanto antes, uma medicação, ou uma vacina para sanar essa doença que está matando tantas pessoas. E, quando o campeonato voltar, que o torcedor faça sua parte, apoie os clubes. Vamos ter que enfrentar uma crise econômica que estará afetando todo o mundo. Que possamos seguir esperançosos até que tudo volte ao normal. Mando um grande abraço a todos os torcedores, principalmente aos do Inter-SM.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190