Crise

A briga agora é outra para o Inter-SM

Colunista Naiôn Curcino fala o momento complicado do Alvirrubro na Divisão de Acesso

Naiôn Curcino
Foto: Fábio Dutra (Jornal Agora)
Inter-SM perdeu a sua quarta derrota seguida contra o São Paulo-RG

Fábio Dutra (Jornal Agora)
Inter-SM perdeu a sua quarta derrota seguida contra o São Paulo-RG

A torcida do Inter-SM viveu situações paradoxais nos dois últimos anos. Apesar do entusiasmo das boas campanhas na Divisão de Acesso de 2017 e 2018, em ambos os anos os torcedores ficaram machucados com o gosto do quase acesso ao Gauchão. Temia-se, desde o início de 2019, uma desmobilização por conta desses fatos. Mas, pelo contrário, o público no Estádio Presidente Vargas foi mais de 1,5 mil pessoas nos três primeiros jogos na Baixada. Porém, esse início terrível do Alvirrubro no campeonato não atrai tanto pelos resultados quanto pelo futebol pobre que o time vem apresentando. E o tão sonhado acesso neste terceiro ano vai se transformando em uma briga contra o rebaixamento à Terceirona.

"Dê mais uma chance para o seu time, torcedor alvirrubro"

Coincidência ou não, desde que o meia Chiquinho, 37 anos, ídolo alvirrubro, deixou o time após se lesionar na única vitória do Inter-SM até aqui, contra o Bagé, em uma grande atuação do camisa 10, a equipe somou apenas um ponto em cinco jogos. É, sem dúvida, o jogador de maior qualidade no grupo. Para a posição, só tem Bruno Flores, que jogava no futebol amador até o ano passado, e dois meninos da base que não podem carregar todo esse fardo.

Inter-SM tropeça em Rio Grande e chega à quarta derrota seguida

Do grupo vencedor dos dois últimos anos, apenas três atletas continuaram, além de Chiquinho e do goleiro João Paulo. Durante a montagem do elenco, a preocupação era constante com os nomes apresentados, muitos vindos de equipes da Terceirona Gaúcha, que tem um nível bem mais baixo. Um dos casos é o zagueiro Douglas Gandon, dispensado na última semana.

Inter-SM anuncia meia para a sequência da Divisão de Acesso

Além disso, perdeu-se jogadores que sabia-se o que podia se esperar para times adversários e que o preço, provavelmente, não seria tão diferente. Darlem no Bagé, Théo e Pablo no Glória, Paulo Henrique no São Paulo. Todos seriam titulares facilmente neste time de hoje. Contratações são sempre um risco. Um bom exemplo é o centroavante Jajá. Um dos mais badalados camisas 9 do Interior não fez um golzinho sequer. E seja para ainda tentar uma classificação ou para brigar contra o rebaixamento, será preciso, e mais do que isso, é urgente a chegada de um matador.

Inter-SM perde em casa para o Lajeadense pela Divisão de Acesso 

A situação não é nada confortável. Digo que, hoje a luta é contra o rebaixamento, porque são apenas dois pontos a mais que o lanterna Farroupilha, que tem três. E cinco a menos que o último classificado à segunda fase. Então, o foco tem que ser se distanciar, mais do que nunca do Fantasma, não só o do rebaixamento mas também o de Pelotas.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190