contatos Assine
vida

Durante a primavera, rinite e asma têm pioras sazonais. Saiba como amenizar

10 Outubro 2018 13:00:00

Se não tratadas, mazelas podem evoluir e ameaçar mais do que a qualidade de vida do paciente

Da Redação
Foto: Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

A primavera é a época do ano em que as flores desabrocham, soltam pólen e perfumam o ar. Entretanto, para algumas pessoas, essas condições tornam um verdadeiro inferno esta que é uma das temporadas mais bonitas do ano. É o caso do acadêmico de Jornalismo Francis Barrozo, 33 anos, que tem asma desde que nasceu e sofre com o agravamento dos sintomas quando começa a estação.

Saiba quais são os benefícios da música para a terceira idade

Entre outros problemas ocasionados pela doença, Francis sofre com o inchaço do sistema respiratório, o que dificulta a respiração. Na rotina do estudante, atividades físicas ou o simples ato de subir escadas podem ser uma dificuldade em momentos de crise.

- Na primavera é pior por causa da variação no clima e do pólen. Perto das plantas, sinto muita coceira no nariz e falta de ar. Para dormir, também é ruim devido às apneias do sono que se tornam mais frequentes - conta Francis.

NA FASE ADULTA

Embora a doença seja mais comum em crianças, alguns pacientes apresentam alergias respiratórias na fase adulta. Essa é a situação da representante comercial Ana Carolina Goldani Soares, 39 anos, que apresentou os primeiros sintomas de rinite alérgica aos 20 anos.

- Os sintomas se intensificam no final de agosto e permanecem bem intensos até o final de novembro. Pela manhã, chego a espirrar mais de 30 vezes, além de sentir muita coceira no nariz e nos olhos - afirma Ana Carolina.

Minimize linhas de expressão e rejuvenesça no consultório odontológico

A representante comercial acrescenta que é preciso esforço para amenizar o sofrimento causado pela doença. Com o passar dos anos, ela recorreu a injeções de antialérgicos por acreditar que o efeito é mais rápido e eficiente.

ASMA E RINITE

Dados da Associação Brasileira de Alergia e Imunologia (Asbai) dão conta de que 26% das crianças e 30% dos adolescentes e dos adultos brasileiros sofrem de rinite alérgica (reação alérgica que causa coceira, lágrimas nos olhos e espirros). De acordo com o pneumologista Ayrton Schneider Filho, boa parte dos pacientes que têm asma também têm rinite, doença que piora na primavera, em virtude da poeira e do pólen:

- É uma piora sazonal. Pacientes com essas mazelas precisam consultar um especialista para receber o diagnóstico. Muitas pessoas confundem alergias respiratórias com gripes mal curadas.

No mês da saúde ocular, o Diário Bem-Viver foca na saúde dos olhos

Para amenizar os sintomas da asma na primavera, Francis evita a proximidade com flores e cuida para não consumir alimentos que podem desencadear ou agravar a alergia.

- Aprendi a lidar com a doença desde a infância. Se a crise vem, faço uma nebulização e, em seguida, já me sinto melhor. No dia a dia, não me separo da bombinha - conta o estudante, referindo-se ao nebulizador, instrumento usado para a inalação de broncodilatadores, medicamentos responsáveis por liberar o fluxo interno do pulmão.

Schneider explica que, se o paciente não tratar a asma, poderá desenvolver uma rinite alérgica:

- Alergia respiratória não tratada pode trazer complicações. Rinite pode se tornar uma sinusite, que, se não tratada, pode causar pneumonia. São riscos decorrentes de diagnósticos errados e uso inadequado de medicações.

17 oportunidades para ter uma vida plena na terceira idade

Para alérgicos que trabalham em atividades externas, Schneider recomenda o uso de máscara. Já para quem atua em ambientes poluídos, a máscara deveria ser equipamento obrigatório, na opinião do pneumologista.

- O diagnóstico da doença deve ser realizado sempre por um especialista. Além disso, não podemos esquecer dos perigos da automedicação - conclui o médico.


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190