Informe comercial

LOC Moda Compartilhada é opção para alugar roupas e acessórios

um aplicativo de aluguel de roupas, que une o útil ao agradável

Diogo Brondani

Todo mundo tem uma peça de roupa que não usa mais, mas, mesmo assim, não quer se desfazer. Imagine só se você conseguisse ganhar um dinheiro extra, alugando suas roupas para outras pessoas. É pensando nisso que surgiu o Loc Moda Compartilhada, um aplicativo de aluguel de roupas, que une o útil ao agradável. Janifer Matos, a primeira licenciada do LOC no RS, comenta na entrevista a seguir sobre o funcionamento do aplicativo e as vantagens do serviço. Confira: 

Marcas & Negócios - Como surgiu a ideia do LOC? Há quanto tempo está no mercado?
Janifer Matos - O LOC está no mercado desde janeiro de 2018. Quem nunca passou pela situação de abrir o armário e pensar que não tinha nada para vestir? Apesar de ter várias opções de roupas, não é sempre que queremos usar uma que já estamos acostumados. Foi pensando nisso que surgiu a ideia de um aplicativo de aluguel, que conecta a pessoa com uma roupa disponível a outra querendo alugar algo diferente.

Marcas & Negócios - Qual é a proposta do aplicativo? Quais produtos são ofertados?
Janifer Matos - A proposta do LOC, disponível os sistemas IOS e Android através do site www.meuloc.com, é potencializar o aluguel de roupas de pessoa para pessoa. Muitos possuem peças que não vestem mais por não gostarem de repetir, ou então adoram aquela peça e não querem se desfazer. Agora elas têm a opção de alugá-las. Há uma grande variedade para compra ou aluguel, desde vestidos de festa, roupas casuais, bolsas, sapatos até acessórios.

Marcas & Negócios - Como a plataforma funciona?
Janifer Matos - Dentro do aplicativo, existem duas possibilidades: colocar suas peças para alugar ou alugar roupas de outras pessoas. Qualquer um pode fazer as duas coisas. Para anunciar uma blusa ou sapato, por exemplo, é necessário um cadastro com descrição do produto, fotos, valor original e valor do aluguel. Os aluguéis têm duração mínima de uma semana, mas, quem solicita, pode escolher ficar com a roupa por mais tempo. A sugestão do LOC é que o preço semanal do aluguel corresponda a 10% do valor original da peça. Para alugar peças, os usuários precisam estar a menos de 50 quilômetros dos donos. Depois de pesquisar, basta solicitar o aluguel, informando por quanto tempo pretende ficar com a roupa. Após a aprovação da proprietária, o valor é cobrado do cartão de crédito.
Os usuários que buscam roupas para usar temporariamente têm responsabilidade pelo que alugam. Caso aconteça algum dano a peça, elas serão cobradas. Além disso, para ter os produtos, os usuários precisam buscar na casa de quem aluga, ou em qualquer ponto de encontro. O LOC também disponibiliza uma equipe para realizar o frete, caso a pessoa deseje. A maior vantagem de usar o LOC é a economia e a sustentabilidade. A sustentabilidade é o presente e o futuro do nosso planeta. 

Marcas & Negócios - Quais são as formas de pagamento? 
Janifer Matos - O pagamento é feito apenas com cartão de crédito. O objetivo disso é evitar fraudes e que os usuários que colocaram suas roupas para alugar sejam lesados. As pessoas que alugam as peças podem danificá-las ou até mesmo não as devolver, o que que nunca aconteceu. Nesses casos, o valor integral da peça é cobrado de quem alugou. Se o dano for reparável, o valor cobrado corresponde ao gasto com o conserto.

LOC - Moda Compartilhada
Site: www.meuloc.com
Instagram: @meu_loc
Link para download: download.meuloc.com 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190