memória

Você sabe como teve início a Corrida de Orientação?

O esporte cresceu em Santa Maria na década de 1980

Foto: Fotos: Acervo 3ªDE
no exterior No registro, uma equipe da 3ª DE participou do Campeonato Mundial de Orientação na Suíça

Fotos: Acervo 3ªDE
No registro, uma equipe da 3ª DE participou do Campeonato Mundial de Orientação na Suíça

A Corrida de Orientação começou na Suécia por volta do ano de 1900. Depois de sete anos, o Brasil conheceu o esporte, a partir de uma visita à Europa. Alguns militares brasileiros se interessaram e foram observar pessoalmente as competições de Orientação do Conselho Internacional de Esportes Militares (Cism). Orientação é uma modalidade esportiva que usa a natureza como campo de jogo. Nela, o praticante tem que passar por pontos de controle marcados no terreno no menor tempo possível, com o auxílio de um mapa e de uma bússola. 

Entre as habilidades exigidas, estão leitura precisa do mapa, avaliação e escolha da rota, uso da bússola, concentração sob tensão, tomada rápida de decisões, corrida em terreno natural e controle da distância percorrida. Para isso, os atletas recebem um mapa de orientação, que é uma carta topográfica detalhada, onde está traçado o percurso que o competidor deve percorrer e são locados precisamente todos os detalhes de vegetação, relevo, hidrografia, rochas e também as construções e benfeitorias realizadas pelo homem. 

PIONEIRO

No ano seguinte, 1971, a Orientação foi incluída como modalidade esportiva nas Forças Armadas. O pioneiro do esporte, coronel Tolentino Paz, organizou as primeiras competições militares no Brasil. O jornal O Globo, na edição de 12 de julho de 1972, destacou o 1º Campeonato de Orientação das Forças Armadas, realizado no Rio de Janeiro 

Em 1974, o desporto Orientação foi incluído no currículo da Escola de Educação Física do Exército (EsEFEx) como disciplina obrigatória. No mesmo ano, também foi editada a primeira publicação técnica brasileira sobre o esporte orientação. 

Em 1986 e 1987, o professor de Educação Física Leduc Fauth, acompanhado dos suecos Ulf Levin e Göran Öhlund, realizou uma campanha de divulgação do esporte em todo o Brasil, promovendo atividades em várias cidades. 

No âmbito da Federação Internacional de Orientação (IOF), na metade da década de 1970, um grupo de especialista elaborou propostas para representar o formato do relevo no mapa de orientação. As ideias foram reunidas, resumidas e apresentadas como o "primeiro desenho" em 1967, primeiro documento da IOF sobre mapas. 

O segundo Campeonato Mundial de Orientação foi realizado em 28 e 29 de setembro de 1968, em Linköping, Suécia, sendo o mapa da competição regulado por esta primeira norma de cartografia da IOF.

Participação esportiva no Socepe, em Itaara/RS, em 1988

Na década de 1980, esse esporte cresceu em Santa Maria em função da grande importância que a competição tinha na 3ª DE e na 6ª Bda Inf Bld, levando as equipes a treinarem semanalmente naquela época. No entanto, as cartas militares, na escala 1:25:000, contiam poucos detalhes para a atividade de orientação. 

Em 1986, foi realizado em Curitiba o I Campeonato de Orientação do Comando Militar do Sul (CMS), utilizando as cartas confeccionadas para o 17º Campeonato Mundial Militar de Orientação do Cism, realizado em 1983, de acordo com a Isom de 1982, tendo a 3ª DE ficado em 2º lugar. 

Tendo em vista que Santa Maria ainda não possuía uma carta de orientação na escala 1:15:000, de acordo com a Isom de 1982, causando desvantagem à equipe da 3ª DE no Campeonato de Orientação do CMS, em 1987 o comando da 3ª DE solicitou, ao Serviço Geográfico do Exército, a confecção de uma carta na região.

Competição da 3ª DE em Curitiba, Paraná, em 1995

Assim, foi produzida a Carta de Orientação da Vila Etelvina. A primeira competição realizada foi o Campeonato de Orientação das Forças Armadas de 1988, sendo vencedor o 3º sargento Otavio da 3ª DE. 

Neste mapa emblemático, foi organizado o I Campeonato Gaúcho de Orientação, em 2 de maio de 1992, pelo Clube de Orientação de Santa Maria (Cosm), único na época. 

*O texto acima foi escrito pela Seção de Comunicação da 3ª Divisão do Exército


fale conosco

redação
lei[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190