representação

Videodança questiona a masculinidade na cultura gaúcha

'Esporas' foi lançado no Dia do Gaúcho e está disponível na internet

18.297

Foto: Divulgação

Qual é o gaúcho celebrado no dia 20 de setembro? Com a proposta de refletir sobre a construção social do que é ser masculino na tradição do Rio Grande do Sul, é que dois bailarinos de Santa Maria criaram a videodança Esporas, lançado na internet na última segunda-feira. 

Exposição na UFN reúne brinquedos de quatro décadas

A criação e interpretação é de Helder Machado e Gustavo Dorneles, ambos bacharéis em Dança. Nos trabalhos de conclusão de curso, os bailarinos abordavam as masculinidades relacionadas à dança, e o filme surgiu da vontade de dar continuidade às pesquisas acadêmicas. 

- Nós dois nos criamos neste contexto da cultura tradicional gaúcha e, desde cedo, percebíamos que havia uma manutenção das masculinidades, principalmente porque era imposto uma forma de se comportar, de agir, uma forma de representar esse gaúcho atrelado à questão de força, poder, dominação e virilidade - explica Machado. 

Com a ideia na cabeça, eles partiram para as pesquisas, que levou ao processo de criação em dança e a roteirização. O filme traça um paralelo entre um aspecto traumático vivido por eles na infância e juventude com o trauma de um animal:

- Isto nos levou ao espaço de um corredor. Na cultura gaúcha, o corredor da mangueira é um espaço traumático para o animal, porque ali ele é marcado e castrado. Nas nossas trajetórias, nos é traumático o corredor da escola, onde percebíamos uma certa tensão ao cruzar, eramos apontados, sofríamos preconceito por ter uma masculinidade diferente da construção social do que é ser masculino - completa o criador-intérprete. 

As gravações foram realizadas na localidade de Chiniquá, em São Pedro do Sul, durante o mês de agosto, e a equipe foi formada por artistas da dança, moda, audiovisual, música e acessibilidade virtual. O projeto é executado através do Edital Criação e Formação - Diversidade das Culturas, realizado em parceria com a Secretaria de Estado da Cultura do Rio Grande do Sul com recursos da Lei 14.017/2020.

- Escolhemos essa data para o lançamento simbolicamente, para que a gente pudesse celebrar e também trazer essa reflexão de que gaúcho nós estamos celebrando, quem são os gaúchos de hoje em dia que estão contribuindo para que a tradição gaúcha se perpetue para as próximas gerações - completa Machado. 

Artista santa-mariense Cristina Rios Leme ilustra trabalho musical de Bianca Obino

O Esporas pode ser assistido de forma gratuita pelo Youtube. O projeto também foi transformado em um espetáculo de dança e contemplado pelo edital Treze O Palco da Cultura, do Theatro Treze de Maio. A previsão é que ele seja apresentado em 9 de dezembro.

Ficha técnica

  • Criadores-intérpretes: Gustavo da Silva e Helder Machado
  • Descrição de imagem: Sadiana-Luz Frota
  • Figurino: Henrique Goulart
  • Desenho de som e mixagem: Victor Mascarenhas
  • Trilha sonora: Ronaldo Palma
  • Direção de fotografia, montagem e finalização: Marcos Oliveira
  • Roteiro: Gustavo da Silva, Helder Machado e Marcos Oliveira


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190