+INSPIRAÇÃO

VÍDEO + FOTOS: conheça o jovem entrevistador que amplia a voz da nova geração

João Vitor, de 15 anos, criou um perfil de entrevistas no Instagram para conversar com personalidades de Santa Maria e já recebeu até a triz global Nivea Maria

Arianne Lima
Foto: Foto: Marcelo Oliveira (Diário)


Foto: Marcelo Oliveira (Diário)

Ao contrário de outros jovens de sua idade, quando chega a sexta-feira à noite, João Vitor Lima, 15 anos, não pensa em séries ou atividades com os amigos. O quarto do estudante do 1º ano do ensino médio do Colégio Estadual Tancredo Neves vira um estúdio. Ele finaliza o roteiro, testa o áudio, o vídeo e se prepara para promover entrevistas e bate-papos em tempo real com artistas, profissionais e personalidades de Santa Maria e região. Ruth Pereyron, Ricardo Borges, e a saudosa Deborah Rosa já passaram pelas lives. Lançado em 2016, e retomado no formato atual em 2018, o @canaljoaovitorlima é um espaço de ampliação da voz da juventude, que entre curiosidades, dúvidas e posicionamentos, busca compreender o mundo.

- Eu sou muito grato pelo que eu tenho e pela oportunidade de passar a minha mensagem. Acho que é muito importante cada um se expressar e opinar. Eu penso que costumo expressar o que muito brasileiro, gaúcho, santa-mariense, morador da T. Neves sente. Eu procuro expressar. Não sei se eu faço isso, mas eu tento - afirma.

VÍDEO + FOTOS: projeto social une amor e solidariedade para aquecer corações

Com o coração aberto para ouvir quem tem histórias e disponibilidade para falar, Lima argumenta que as conversas tendem a ser descontraídas. Até mesmo quando o convidado é famoso como foi o caso da atriz global Nívea Maria, em novembro de 2020. Ela esteve na região, anos antes, gravando a novela A Dona do Pedaço.

- Pesquisando, encontrei o e-mail da atriz. Mandei uma mensagem contando minha história e fazendo o convite. Pensei que ela nunca iria me responder. Quando abri meu e-mail, percebi que ela tinha respondido. Combinamos data, hora e fizemos a live. Eu estava muito emocionado e comovido.

Entre as referências para o talk show, o adolescente cita Jô Soares, Marília Gabriela, Fausto Silva e, de forma especial, a eterna Hebe Camargo, que morreu em 2012. Assistindo a cada programa de televisão, João Vitor compreendeu a dimensão que seus sonhos poderiam alcançar e, com o apoio de amigos, como a psicóloga Sara Peres, 36 anos, uma das primeiras entrevistadas, não teve medo de materializar cada etapa. Hoje, ele reconhece o crescimento de forma crítica e mesmo trilhando alguns passos rumo a Comunicação e ao Jornalismo, vê outras possibilidades.

-Desde os 5 anos, eu era muito serelepe e gostava de cantar. Se não fosse, seria professor. Acho que daria um bom professor, porque eu sempre gostei da escola e do clima da sala de aula.

Zeferino Alimentos leva saúde e qualidade de vida até a casa dos clientes

Sempre por perto, a aposentada Maria do Carmo dos Santos de Lima, 61, acompanha cada live realizada pelo filho e aprova o resultado. De acordo com ela, desde pequeno, ele gostava de entrevistar os familiares ou até mesmo os bonecos com que brincava. O canal é uma realização dele. E como mãe, ela só tem um desejo:

-Para o futuro do João, eu espero que ele seja feliz. Um homem realizado com as escolhas dele, seja no jornalismo ou em outra profissão. Que ele seja feliz para poder fazer quem vive ao redor e gosta dele, também felizes - conclui.


FAZER O QUE GOSTA

Para o psicólogo Carlos Eduardo Seixas, a iniciativa de João de criar um canal reflete o momento atual, em que ser criativo é essencial.

- Cada vez mais, o mundo exige de nós criatividade. Isso envolve a capacidade que a pessoa tem de ser curiosa. Quando a pessoa é curiosa sobre um assunto e tem uma visão um pouco mais ampla sobre o que já existe, ela resolve se aprofundar, não porque estão exigindo, mas porque a pessoa está tendo um gosto em se aprofundar nisso -argumenta Seixas, ressaltando que acreditar mais nas próprias ideias é a chave para conquistar a admiração dos outros e do mercado em que se está inserido.

Projeto Arte no Museu tem inscrições prorrogadas

 A psicóloga Jaqueline Magliorin Tadiello explica que perder a timidez e interagir nas redes sociais é um processo de avanço diário.

-No começo, pode ser desconfortável para quem é mais inibido, mas com o tempo acaba se tornando um hábito. No dia a dia, vamos desenvolvendo mais essa nova forma de comunicação, conseguindo se expressar cada dia mais. Se expressar nas redes sociais é um processo lento, temos que ter calma e deixar que haja naturalmente, no dia a dia.


+INSPIRAÇÃO

No mês de aniversário do Diário, que completa 19 anos em 19 de junho, a contracapa do jornal está de cara nova. O projeto +InspirAção traz histórias de quem se transformou e mudou realidades. Serão abordados temas sobre saúde mental, espiritualidade, finanças pessoais e para empreendedores, saúde, bem-estar e qualidade de vida. Além das histórias, um plus: a opinião de especialistas para que outras pessoas possam levar novos e positivos hábitos para suas vidas.


Foto: Marcelo Oliveira (Diário)


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190