Memória

VÍDEO: Arte, identidade e reflexão são componentes da exposição virtual 'Memória e identidade: Uma Visão Africanista'

Em alusão ao Dia internacional do combate à discriminação racial, Museu Treze de Maio lançará exposição com obras do artista plástico Zé Darci

Arianne Lima
Foto: Renan Mattos


Renan Mattos

Na busca por reflexão no Dia Internacional do Combate à Discriminação Racial, o Museu Treze de Maio irá promover a exposição virtual Memória e identidade: Uma Visão Africanista, do artista plástico Zé Darci.

Através de vídeos e fotos da série que se encontra fisicamente no primeiro andar do espaço comunitário, os web visitantes terão acesso a pinturas que retratam fatos históricos e contos do meio quilombola. Mesmo que virtualmente, a exposição também deve marcar a retomada das atividades do Museu Treze de Maio, que após reparos, permaneceu fechado devido à pandemia.

Como ajudar a Orquestrando Arte por meio do Imposto Solidário

Para o diretor do Museu Treze de Maio, João Heitor Silva Macedo, ao propor o autoconhecimento, de auto valorização e de combate ao racismo nas pinturas, o artista Zé Darci segue o objetivo do espaço.

- Ele trabalha a identidade através da arte e a questão das narrativas de vida da população negra. E tudo isso vem ao encontro da proposta do Museu, porque nos propomos a preservar e valorizar a história das famílias negras no Rio Grande do Sul e em Santa Maria. Então, trata-se de uma parceria valiosa. A leitura artística dele nos contempla e permite também, que aqueles que vão conhecer as obras, também se sintam integrados e identificados através de um trabalho que tem uma ampla circulação no Rio Grande do Sul, no Brasil e até fora do país.

Após o lançamento, a exposição virtual Memória e Identidade: Uma Visão Africanista permanecerá nas redes sociais do Museu Treze de Maio, à disposição do público.

Analise Severo lança música que destaca as grandes invenções das mulheres no mundo

ZÉ DARCI

Nascido em 1960, na cidade de Arroio Grande, José Darci Barros Gonçalves encontrou na arte um espaço para contar histórias e situações cotidianas. Após se mudar para Pelotas, deu inicio ao Quilombos Urbanos, um grupo de artistas plásticos de Pelotas que trabalham com a temática da existência negra e afrodescendente.

Durante a carreira, participou de mais de 70 exposições, sendo premiado pelas obras Fome Zero e Fome 2. Em 2009, participou do XIV Circuito Internacional de Arte Brasileira, em Santiago, no Chile. No ano seguinte, a obra Brasil na África do Sul fez parte de mais uma edição do Circuito, percorrendo mostras na República Tcheca, São Paulo, Alemanha e outros países. 

Serviço:

  • O quê - Exposição virtual "Memória e identidade: uma visão africanista" do artista plástica Zé Darci
  • Quando - domingo, a partir das 10h30min
  • Onde - no facebook e no instagram do Museu Treze de Maio


Andrêia Pires




fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190