santa maria

Mobilização nas redes sociais pede retorno da música ao vivo nos bares

Artistas devem se reunir na tarde desta segunda-feira com prefeito para tratar sobre o assunto

18.297
Foto: Foto: Pedro Piegas (Diário)

Foto: Pedro Piegas (Diário)

ATUALIZADA: matéria atualizada às 13h51min em 31 de maio de 2021

Desde a última sexta-feira, após a Associação de Municípios da Região Central (AM Centro) ter recebido o Alerta do sistema 3 As do governo estadual por conta do agravamento da pandemia, novas regras foram emitidas. Em Santa Maria, nenhuma atividade foi fechada, mas a música ao vivo foi proibida nos bares e restaurantes. Na noite de domingo, músicos da cidade começaram uma mobilização nas redes sociais para pedir que esse protocolo seja revisto e eles possam voltar a trabalhar. 

A iniciativa foi encabeçada por Guilherme Trindade, representante do Grupo Sambamove, que fez um post em seu perfil no Instagram pedindo que as pessoas postassem fotos com a #euapoioosmúsicosnosbares. Até as 11h desta segunda, havia mais de 40 publicações em apoio aos artistas. 

- Eu iniciei essa campanha para questionar por que não podemos trabalhar. Quando fomos liberados, estávamos fazendo tudo dentro dos protocolos sanitários. É um momento muito difícil, eu mesmo perdi familiares para a Covid-19, mas precisamos nos sustentar e sustentar nossas famílias - comenta o músico. 

Carnaval 2022 é discutido em seminário com representantes de escolas de samba de Santa Maria

Uma reunião está marcada para o final da tarde desta segunda-feira com o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB), Trindade e outros representantes da classe para discutir o assunto. 

De acordo com o percussionista Jonas Pinheiro Viana, eles querem uma explicação a respeito da proibição: 

- Estarei levando todas as nossas dúvidas para o prefeito para ele no responda a gente possa ter o nosso direito de batalhar para voltar a tocar. Sendo que nos bares está tudo controlado, a lotação controlada, até os músicos estão sempre pedindo para ter cuidado - acrescenta Viana.

Desde o início da pandemia, as apresentações musicais ao vivo em bares e restaurantes foram proibidas e liberadas diversas vezes. Desde o dia 15 de maio, logo após a implementação do novo modelo estadual de controle à pandemia, o sistema 3 As, estava permitido que os músicos tocassem na cidade. Atualmente, bares e restaurantes podem seguir funcionando até as 22h para receber clientes e até as 23h para concluir os atendimentos, mas não podem ter música ao vivo. 

O Diário entrou em contato com a prefeitura para saber se há tratativas em andamento, mas ainda não teve retorno. 

O QUE DIZ A AMCENTRO
Conforme o presidente da AM Centro, Jocelvio Gonçalves Cardoso (MDB), a medida busca evitar que a pandemia se agrave e que protocolos mais severos precisem ser tomados, como o fechamento de atividades econômicas. Por isso, foram estabelecidas prioridades que começam pela saúde, economia e educação:

- Nós precisamos priorizar alguma coisa até que todo mundo seja vacinado. Eu sei que eles sobrevivem da música, mas geram aglomeração, eles precisam de público assistindo. Porque se abrir para músicos, vai abrir para futebol, rodeio, e vai estourar - afirma Cardoso. 

De acordo com ele, neste momento é preciso buscar alternativas como editais de fomento à cultura e incentivos municipais para gerar renda aos artistas. 


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190