Mês LGBTQIA+

Exposição 'InTransFerível' provoca reflexão sobre diversidade de gênero

O autorretrato de Liviê Cocco Rodrigues, estudante da UFSM, faz parte da mostra que está em cartaz na Casa de Cultura Mario Quintana, em Porto Alegre

Arianne Lima
Foto: Foto: Kevin Nicolai (Ascom CCMQ)


Foto: Kevin Nicolai (Ascom CCMQ)

No mês do Orgulho LGBTQIA+, o público está convidado a conhecer os registros que fazem parte da exposição fotográfica InTransFerível - Imagens da Diversidade. Organizado na fotogaleria Virgílio Calegari, na Casa de Cultura Mário Quintana, em Porto Alegre, a mostra conta com uma fotografia de Liviê Cocco Rodrigues, 21 anos, acadêmica de licenciatura em Artes Visuais, pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM).

Após saber sobre o concurso, Liviê buscou entre trabalhos antigos e novos, e submeteu três fotografias na temática Realidades transformadoras. Denominadas Nem a Primeira, nem a Última, Desejar Ser e Expansão Transcorpóre, os registros foram realizados entre o inverno de 2020 e o verão de 2021. A selecionada para a exposição foi o autorretrato Expansão Transcorpóre.

- Penso que ela fala muito de um corpo gordo, trans, de uma pessoa branca, dentro desse contexto de isolamento. Desse privilégio que eu tenho de poder estar isolada em uma casa, de estar segura. Mas, também de como esse corpo, mesmo estando seguro em um ambiente tão íntimo, sofre e é atingido por violências. Isso era mais rotineiro no início do isolamento. Agora, percebo que ocorre com maior frequência quando preciso sair de casa, na rua, e na internet também, que é onde esse corpo virtual também alcança - afirma Liviê, ressaltando que pontos sobre não-binaridade de gênero também foram pensados na hora de realizar o retrato.

VÍDEO + FOTOS: conheça o jovem entrevistador que amplia a voz da nova geração

O resultado da seleção e da exposição foi recebido com surpresa e felicidade pela artista, que encontrou seu nome na lista final do concurso em publicações no Facebook e Instagram quase um mês depois do resultado:

- Fiquei muito feliz em ver que eu estava participando, que minha fotografia havia sido selecionada para a exposição junto de outros artistas trans que são uma referência e que eu admiro muito, tanto como pessoas, quanto os trabalhos que desenvolvem.

Para Liviê, a iniciativa foi uma oportunidade importante e necessária de promover o protagonismo trans nas narrativas atuais.

- Esse concurso com as temáticas, que teve ênfase em produções de pessoas trans, dá um outro olhar. Porque são as pessoas trans falando desse processo. Não é alguém de fora, tirando uma foto ou invadindo todo esse espaço e vivência para participar de uma exposição, para ter isso em um certificado. É a nossa trajetória contada por nós mesmos - conclui.

Projeto Arte no Museu tem inscrições prorrogadas

RECONHECIMENTO

InTransFerivel - Imagens da Diversidade reúne trabalhos selecionados no concurso fotográfico homônimo, dentre fotos captadas por celular, registrando situações e percepções vividas por pessoas trans na sociedade, no trabalho, nas culturas transurbanas, nas relações étnicas e culturais. O edital, que definiu 20% das vagas para participantes cis, também estabelece premiação em dinheiro aos primeiros colocados.

Além do registro de Liviê, a mostra conta com as fotos de Ariadne Lima, Bruna Macedo, Clenir Santos, Clodd Dias, Denival Silveira dos Santos, Elena Trindade, Gabriel Escobar, Jo Rubim, Keter Velho, Lau Baldo, Leon Brum, Lu Trevisan, Márcie Vieira, Marine Bataglin, Mendy Black, Priscilla Fróes, Valéria Barcellos, Vicente Lara e Vídeos Anti vídeos.

Realizada pela Casa de Cultura Mario Quintana, por meio da sua Associação de Amigos, em parceria com o Instituto Estadual de Cinema (Iecine) e com o Instituto Estadual de Artes Visuais (IEAVi), a exposição tem o apoio da Assessoria de Diversidade da Sedac e é viabilizada com o suporte do Banrisul, patrocinador master do complexo cultural.

Transmasculino, o integrante do júri do concurso, Gustavo Deon, descreve a iniciativa como um espaço de expressão e visibilidade.

- O concurso InTransFerível é uma ação que abre portas, tanto para pessoas trans conseguirem se expressar através da arte da fotografia, quanto uma oportunidade para as pessoas cis entrarem em contato com a nossa vivência. É mais que urgente que nossas narrativas comecem a ser contadas, mas, para além disso, que sejam contadas por nós mesmos. O concurso apresenta possibilidades, dá visibilidade e entrega coragem em forma de arte - afirma.

InTransFerivel - Imagens da Diversidade permanecerá em exposição na fotogaleria Virgilio Calegari até 15 de julho (com informações da Assessoria de Comunicação da Casa de Cultura Mario Quintana)

Projeto Circo Para Todos leva arte circense para crianças por meio de lives

AGENDE-SE

  • O quê - Exposição Fotográfica InTransFerível - Imagens da Diversidade
  • Quando - 15/06 a 15/07, de segundas a sextas, das 10h às 18h, mediante agendamento prévio através do e-mail [email protected] A partir de 26/06, também aos sábados, das 12h às 18h.
  • Onde - Fotogaleria Virgílio Calegari, 7° andar da Casa de Cultura Mario Quintana (Rua dos Andradas, 736, Porto Alegre)


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190