literatura

Escritora santa-mariense está entre os 10 finalistas do Prêmio Jabuti

Vencedores das 20 categorias serão anunciados em 26 de novembro pela internet

18.409


Foto: Pedro Piegas (Diário)

A escritora e professora universitária Nikelen Witter está entre os dez finalistas do Prêmio Jabuti 2020 com o livro Viajantes do Abismo, na categoria Romances de Entretenimento. A lista com os finalistas das 20 categorias saiu no início da tarde desta quinta-feira. A classificação coloca a escritora e sua obra na lista das 200 obras literárias mais importantes do ano.

Para Nikelen estar entre os 10 finalistas do Prêmio Jabuti já é o suficiente para se sentir mais do que premiada. Ele afirma que qualquer pessoa que goste de literatura sabe da importância o Jabuti e do seu tamanho e chegar nessa etapa, entre tantos concorrentes fortes, é algo realmente sensacional.
- A categoria Literatura de Entretenimento foi alvo de polêmicas por conta do nome escolhido, mas creio que, independente disso, ela está cobrindo um importante espaço para a literatura de gênero no Brasil (seja a ficção científica, o terror, o policial ou a fantasia). Mais ainda, acho que está na hora de toda a rica produção de gênero feita nas últimas décadas ter seu reconhecimento. Temos um país incrível, cheio de histórias incríveis para contar. Além disso, quem disse que uma literatura que diverte também não faz pensar? Basta dar uma olhada nos resumos dos finalistas. É tão gratificante quanto estar entre eles - festeja a escritora. 

O LIVRO 

Viajantes do Abismo passa pelo trabalho de Nikelen como historiadora, pois se baseia em um crime do final do século 19 ocorrido em Santa Maria. A personagem principal é inspirada no episódio do assassinato do delegado Felipe Alves de Oliveira. A heroína da história é uma curandeira que luta com as angústias do caos climático e tenta a cura para um mundo doente. Em meio a tudo isso, o país onde a narrativa se passa ainda enfrenta uma guerra civil. Qualquer semelhança geográfica com Santa Maria ou com a revolução de 1893 não é mera coincidência. Classificada como distopia, pertencente ao steampunk, um subgênero da ficção científica, e aventura, a obra chama atenção por chamar a atenção sobre questões ambientais. 

A cerimônia de premiação do Jabuti, estava programada para setembro, ocorrerá em 26 de novembro e, por conta da pandemia do novo coronavírus, será virtual, transmitida pelas redes sociais da Câmara Brasileira do Livro (CBL), em horário a ser definido. Antes disso, no dia 5 de novembro, sairá a lista dos cinco finalistas em cada uma das 20 categorias. A escritora mineira Adélia Prado será a homenageada desta edição do Prêmio. Entre os finalista deste ano também figuram Chico Buarque e Luiz Ruffato na categoria Romance Literário.

VIAJANTES DO ABISMO

  • Autora: Nikelen Witter (Avec Editora)
  • Categoria: Distopia, Steampunk e Aventura
  • Capa: Camila Fernandes
  • Projeto Gráfico: Vitor Coelho
  • Revisão: Gabriela Coiradas
  • Edição: Artur Vecchi
  • Onde comprar: Livraria Athena (R. Floriano Peixoto, 1112), Avec Store e Amazon
  • Quanto: R$ 35, em média


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190