Mbya Arandu

Documentário feito por indígenas de Santa Maria é premiado em festival pernambucano

Curta, realizado a partir de oficinas da TV OVO, fala sobre a necessidade de proteger a natureza. Assista

18.297
Foto: Foto: TV OVO (Divulgação) Alunos Mila, Elida, Edson e Gabriel

Foto: TV OVO (Divulgação)
Alunos Mila, Elida, Edson e Gabriel (da esquerda para direita) durante oficinas de audiovisual realizadas na aldeia

Desmatamento, poluição, extinções em massa... Lemos e ouvimos sobre isso em todo lugar. Mas será que sabemos mesmo por que é preciso proteger a natureza? Para responder a essa pergunta, adolescentes e jovens indígenas da Aldeia Guarani Mbyá - Tekoá Guaviraty Porã, que fica no Distrito Industrial em Santa Maria, criaram um documentário junto com a TV OVO. O curta Mbya Arandu (Saber Guarani), lançado ainda no ano passado, foi escolhido como Melhor Documentário no Prêmio Especial do Júri do 13º Curta Taquary no Festival Internacional de Curta-Metragem, de Taquaritinga do Norte, em Pernambuco, realizado no fim de abril só internet por conta da pandemia. 

Artista de Santa Maria lança livro por editora independente de São Paulo

A produção começou a partir de oficinas de audiovisual realizadas pela TV OVO - associação sem fins lucrativos formação audiovisual de jovens e produção de vídeos comunitários em Santa Maria - por meio do projeto Por Onde Passa a Memória da Cidade. Em um dos encontros, os estudantes gravaram e entrevistaram uma das lideranças jovens da aldeia. 

- A nossa ideia era falar sobre a presença indígena em Santa Maria, mas a gente não queria simplesmente chegar lá e entrevistar eles. Começamos a realizar as oficinas que pudessem ensinar o audiovisual como uma ferramenta. A cultura indígena tem uma tradição oral muito forte, e isso deve continuar, mas o audiovisual também pode ser usado como memória - conta Neli Mombelli, diretora audiovisual e oficineira. 

As oficinas começaram apenas com a verba da associação, mas em novembro do ano passado a iniciativa conquistou o prêmio Culturas Populares, da Secretaria Especial da Cultura do Ministério da Cidadania. Com o repasse de R$ 20 previsto no edital, o trabalho poderá seguir na Aldeia Guarani e também vai se expandir para a Aldeia kaingang Três Soitas. Por conta do coronavírus, ainda não há previsão da retomada das atividades. 

Além do curta, a TV OVO também vai lançar em breve o documentário Quando Te Avisto, que fala sobre o legado das comunidades indígenas na cidade. 

Mostra de animação disponibiliza 10 curtas de graça na internet

ASSISTA


  • Sinopse: Proteger a Mãe Terra porque é ela que nos dá a vida. Vídeo produzido pelos jovens guaranis da aldeia Tekoa Guaviraty Porã durante a oficina de audiovisual da TV OVO na escola indígena Mbya Yvyrai´ijá Tenodé Verá Miri.
  • Produzido coletivamente por Claudemir Moreira, Elida T. Benites, Edson Acosta, Gabriel Alves, Júlio Benites, Andrielly T. da Silva, Marisa Beatriz T. Menites, Nelson C. C. Gimenes, Edson A. Timóteo, Marcelina Timóteo, Mila Acosta, Adriano, Neli Mombelli, Heitor Leal, Tayná Lopes e Paulo Tavares.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190