união

Coronavírus: projeto vai promover shows online com cachê para músicos de Santa Maria

'Tem que continuar' vai contar com patrocinadores para apoiar artistas que não podem trabalhar

18.409

Foto: Germano Rorato /Arquivo

O D Cultura tem acompanhado de perto o impacto do coronavírus na cultura local. Com os palcos fechados, oficialmente, desde quinta-feira, muitos artistas vão ficar sem poder trabalhar, pelo menos, até o fim dos decretos municipal e estadual, que determinam apenas o funcionamento de estabelecimentos com serviços essenciais. Fizemos uma pesquisa em nossas publicações e, no mínimo, 57 artistas ou bandas vão deixar de ter apresentações com cachê em Santa Maria. Isso apenas com base nas atrações de bares e boates que figuram na nossa agenda diária de entretenimento. 

Sem palcos, muitos artistas passaram a utilizar as redes sociais para fazer apresentações. Na onda do resguardo em casa, a internet acaba sendo um canal de comunicação entre artistas e público. Inspirado numa ação portuguesa, o festival Fico em Casa BR terá atrações que vão do rock ao samba, do funk à MPB, do rap ao reggae. A lista com 76 nomes conta com artistas como Sandy, Daniela Mercury, Maria Gadú, Valesca Popozuda e Adriana Calcanhoto, que vão se apresentar pela internet de 24 a 27 de março.

Em Santa Maria

Na carona do Fico Em Casa, e para ajudar a classe artística de Santa Maria, foi lançado, na manhã da última quinta-feira, o projeto Tem que Continuar. Trata-se de uma página no Facebook que vai trazer conteúdos culturais e que vai promover shows ao vivo pela internet de músicos que atuam na Cidade Cultura. Quem toca a ação, voluntariamente, é a jornalista Alexandra Zanela, o cineasta Luiz Alberto Cassol e o designer gráfico Luciano Ribas, todos ligados ao festival Santa Maria Vídeo e Cinema (SMVC). A primeira atração confirmada é do músico Renato Mirailh, que se apresenta neste domingo, 22, às 20h, em transmissão feita pela fanpage do projeto. A ideia é que as apresentações sejam transmitidas a cada dois dias. A próxima atração já confirmada é Daiane Diniz, na terça, 24, sempre às 20h, na página.

- A ideia inicial é a página ser um elo nesse momento de quarentena. Queremos compartilhar informações jornalísticas sobre o Covid-19, dicas culturais das mais diferentes áreas e promover shows musicais a partir da residência de cada artista, pois não estão tendo locais onde se apresentar agora. Começaremos com artistas musicais de Santa Maria - explica Luiz Alberto Cassol.

Coronavírus: entenda o que pode abrir a partir deste sábado em Santa Maria 

Renato Mirailh canta na noite local há muito tempo e é o show de abertura do projeto. Para ele, a iniciativa é importante pela visibilidade que a internet dá e também pelo reforço financeiro oferecido pelo projeto. Ele vai fazer seu show de casa, já que costuma fazer transmissões ao vivo.

- Tendo em vista a restrição das apresentações artísticas nas casas, essa iniciativa tem grande importância. Oportuniza a continuidade do trabalho, e ainda abre uma porta de divulgação de grande alcance. Ótima ideia. Vou cantar músicas autorais e alguns temas que apresento normalmente. De maneira descontraída e informal - avisa o cantor.

Cachê para o artista

Os shows ocorrerão conforme pessoas ou empresas disponibilizarem o cachê de, no mínimo, R$ 300. O valor será depositado diretamente na conta do artista. Pessoas físicas podem se unir e bancar uma apresentação. A jornalista Alexandra Zanela conta que a ideia é somar à campanha de prevenção e dar opções de entretenimento para quem está resguardado em casa: 

- O momento é de pensarmos coletivamente, desviar um pouco do próprio umbigo e entendermos a auto responsabilidade. Precisamos estar atentos aos que estão mais vulneráveis neste momento, inclusive, aos artistas. Os cantores e bandas interessadas em participar desse "cardápio musical" devem entrar contato com a curadoria do projeto pela página no Facebook. 

- Há muitos artistas entrando em contato. A todos, a resposta é a mesma: à medida que surgirem novos apoiadores culturais, iremos chamando quem entrou em contato e que preenche alguns requisitos, como ser artista profissional, apresentar-se na noite e em eventos e ter sua base em Santa Maria. Estabelecemos R$ 300 como valor para abranger mais gente. Se algum apoiador quiser investir mais, ajudará a viabilizar outro show (total ou parcialmente). As pessoas também podem ajudar com valores menores, de, pelo menos, R$ 100. Somaríamos até integralizar um cachê e marcaríamos com mais artistas - conclui Alexandra.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190