carnaval

Candidatos a prefeito encontram escolas de samba de Santa Maria

Encontro foi marcado por promessas de estruturação das entidades e planejamento para 2022

18.398


Foto: Renan Mattos (Diário)

Na noite desta terça-feira, 24, os candidatos à prefeitura Sergio Cechin (PP) e Jorge Pozzobom (PSDB) estiveram reunidos com representantes das escolas de samba de Santa Maria no bar Boteco do Maré. O encontro foi promovido pelo projeto "Resgate do Carnaval pelo tripé: Educação, Cultura e Direitos Humanos" e foi organizado de forma que cada escola pudesse fazer perguntas aos candidatos, que expuseram seus planos para auxílio das instituições e realização do carnaval de rua. A reunião foi filmada e ficará disponível para a comunidade nas redes sociais. O candidato Sergio Cechin foi sorteado para responder primeiro aos questionamentos e, na sequência, o candidato Pozzobom. A ordem das falas foi alternando conforme foram sendo feitas as perguntas ou comentários.

VÍDEO: vencedor do programa de culinária do Diário recebe os troféus 

Sergio Cechin afirmou ter vontade de voltar a realizar o carnaval de rua de Santa Maria e auxiliar na infraestrutura do evento e das escolas:

- É importante esse interesse político. O carnaval é economia criativa, um evento cultural que deve se pagar e gerar renda para a população. Deve ter uma função social que proporcione bem estar à população. O poder público pode acompanhar as escolas e as empresas e buscar recursos para que possamos viabilizar o carnaval. Mas precisamos começar desde janeiro.

Jorge Pozzobom afirmou que vai implantar um sistema para avaliar as escolas para poder desenvolver ações para que o carnaval de rua possa voltar a acontecer:

- O que vamos propor dessa vez é um plano estratégico de fazer um Raio-X de cada escola. Por meio desse diagnóstico vamos tentar tratar da sustentabilidade financeira dessas instituições. É um compromisso que eu e a Rose Carneiro estamos assumindo aqui. O ano de 2021 vai ser de estruturar para em 2022, se possível, termos desfile.

VÍDEO: Miri Brock cria programa sobre sonhos e músicas no YouTube

Para ambos os candidatos, o primeiro passo é entender a realidade das instituições de samba para que seja possível elaborar um plano de desenvolvimento para que o carnaval de rua não dependa de dinheiro do município.

- Nem todas as escolas têm locais para ensaio, assim como precisa rever as documentações dessas escolas como alvarás e CNPJ. Em conjunto com as escolas vamos tentar criar alternativas para isso. A capacitação das instituições e jovens é fundamental, faz parte do nosso projeto. Vou reafirmar que precisamos trabalhar desde janeiro para ter um ano de planejamento. Sabemos a realidade da falta de recurso. O dinheiro vem do trabalho. Mesmo com a pandemia, podemos fazer esse caminho, com segurança - afirmou o candidato Sergio Cechin.

- Não adianta a gente querer comparar os carnavais entre as cidades, o de Santa Maria é diferente. A coisa mais importante é saber a realidade das escolas para que se possa pensar em capacitação e sustentabilidade financeira do carnaval. A prefeitura não tem condições de bancar, e ano que vem o orçamento deve ser mais apertado. Hoje, a maior fraqueza do carnaval é o dinheiro. Para dar certo o carnaval precisa andar sozinho, podemos ajudar na capacitação - afirmou o candidato Jorge Pozzobom.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190