contatos Assine
vida e saúde

O que há por trás das birras dos pequenos?

08 Janeiro 2018 14:34:00

Colunista traz um caso de birra que viralizou na internet para convidar os pais à reflexão


Juro que tento me desfazer do estereótipo da mãe eternamente culpada, mas não é fácil. Sempre encarei situações de birra como manda a cartilha: ignorar, ter paciência ou impaciência de acordo com o momento, conversar após a crise ou durante uma brincadeira, agir no sentido da criança entender que aquilo que fez não era uma maneira adequada fazê-la entender as consequências de tal atitude ou comportamento. 

A birra é simplesmente uma manifestação de uma criança que não está de acordo com a regra que o adulto determinou ou que tal situação desencadeou. Os pequenos ainda estão aprendendo a viver em sociedade e em processo de adequação com os padrões estabelecidos pela comunidade em que estão inseridos. Até por volta dos 8 anos, a criança não tem maturidade suficiente para lidar com frustrações. Confesso que observo, com certa frequência, muitos adultos que não sabem lidar com "nãos" de nosso cotidiano. 


Agora, voltando ao tema: e quando a birra é recorrente e suas ações no sentido de lidar ou evitar tal comportamento não dão certo?

Após esgotadas as formas básicas de abordar essas situações, pode-se chegar a conclusão de procurar ajuda profissional ou, por conta própria, de buscar entender mais profundamente o significado de tais comportamentos. Somos reflexos de nossos pais, de nossa época, etc. Quanto menores os filhos, mais serão influenciados pelos seus pais. Em outras palavras, já se perguntou o que desencadeia tal birra? 

Lembre-se que os pequenos refletem o nosso comportamento. Então, muitas vezes, por cansaço, culpa ou para evitar a birra em pública, você cede diante do comportamento inadequado de seu filho? Já percebeu em que momentos ele chora ou faz a gritaria? O que está querendo dizer com tudo isso? Obviamente, que não concorda com algo. Mas esse comportamento é rotineiro? Ocorre quando? De dia, de noite, antes do sono, quando vão a determinado lugar? Que situação desencadeia a birra? 

Outro dia, ouvi um menino de 3 anos afirmar que quando chorava ele conseguia o que queria. Achei interessante a percepção dele da realidade que o cerca, mas, muitas vezes, a criança não expressa o que sente. Muitas vezes, não é apenas a indicação da contrariedade de alguma regra imposta pelo adulto. Muitas vezes, tem um eco bem maior. Pode ser um jeito de expressar que não concorda com a rotina em que está inserido, que não gosta da correria do dia a dia dos adultos, que não quer o pai ou a mãe plugados o tempo todo no mundo do trabalho, nas redes sociais etc. 

A birra do pequeno pode ser um grito de quem não está sendo escutado, de quem quer mais tempo junto aos seus pais, talvez não em quantidade, mas em qualidade. Ou seja, pais inteiros, com a atenção totalmente voltada para aquele momento. A birra pode ser um jeito de gritar por mais tempo para comer, mais tempo para o ócio, tempo de desacelerar.
Já parou com a calma necessária para entender o que está por trás da birra recorrente de seu filho?




fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249