contatos Assine
vida e saúde

A Mãe Medianeira e os porcos

26 Novembro 2018 15:00:00

Colunista fala sobre o compromisso cidadão que temos com nossos semelhantes durante a maior romaria do interior do Estado


No dia 11 de novembro, Santa Maria recebeu fiéis de todos os cantos do país para a 75ª Romaria Estadual de Nossa Senhora da Medianeira de Todas as Graças. Salvo os atos de fé e crença na Mãe Medianeira, a busca por milagres e agradecimentos pelas graças alcançadas, a sujeira tem sido cada vez mais uma protagonista que ganha mais espaço junto ao cortejo. 

Nesse mar de gente daqui e acolá, depois de se espremerem pelas ruas, orando bem alto, aclamando em louvores o nome da Mãe Medianeira e o seu amor por ela. Uns até passando mal devido ao calor, outros fazendo jejum em forma de penitência, ficando descalços, andando descalços e ou ajoelhados no asfalto quente, entre outras cenas peculiares em cortejos desse porte.

Tudo muito emocionante, muito lindo, mas junto com essa homenagem à Mãe Medianeira, estão também romeiros a sujar a cidade dela, sujar a casa dela. Sim! A Mãe Medianeira está em Santa Maria, os peregrinos vem à nossa cidade para saudá-la, reverenciá-la. Fazem tão bonito e depois fazem tão feio! Sujam o lar da Mãe Medianeira como porcos que viram o cocho de quem lhes deu comida.

Vocês acham que a Mãe Medianeira gosta disto? Vocês conseguem desvincular a sua atitude cristã de louvor e fé dessa porquice toda?

Não! O mesmo cristão que louva a Mãe Medianeira é o mesmo que suja a sua cidade, as suas ruas, desrespeita seus cidadãos e depois ainda querem ser atendidos em seus pedidos e desejos?

Foto: Renan Mattos (arquivo Diário)
Conforme os organizadores, mais de 450 mil pessoas participaram da procissão e das missas da Romaria da Medianeira em 2018

A Mãe Medianeira, Deus, Jesus querem coerência nas atitudes das pessoas. Fazer o bem é também zelar por uma cidade. Que exemplo de filhos e filhas nos romeiros estamos sendo ao visitar nossa mãe Medianeira? Viemos à sua casa e sujamos tudo? Mas afinal, fé e louvor não combinam com limpeza e consideração, quando estamos em casa alheia? 

Por que cada um não recolheu o seu lixo para mostrar para a Mãe Medianeira que tem educação e respeito ao próximo? Que o coletivo é importante e que o lixo jogado é devolvido depois numa enchente e ainda pedem para a Mãe Medianeira interceder. Olha a incoerência.

Será que o que pedimos as santidades é digno de merecimento?

O ser humano é responsável por suas ações, a divindade sabe que estamos aqui também para aprender e que em várias situações não somos merecedores dos ganhos celestiais, porque as nossas ações aqui não fazem jus a esse merecimento, justamente pela falta de coerência. Fazer o bem em todos os aspectos, essa é a lei! Infelizmente nem todos conseguem aprender e outra parte demora.

Gente que orou só pensando no seu umbigo e pensou que isso era o suficiente para ficar em dia com a Mãe Medianeira, acho bom voltar o ano que vem com sacolas plásticas e levá-las cheias do lixo que gerou, pois este ano elas não foram levadas e uma grande parte de nós, romeiros, estamos com certeza em débito com a Nossa Senhora Medianeira e ela deve estar bem triste com cada um de nós.

fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249