opinião

Um apelo à prefeitura em nome do nosso leitor e telespectador

Que o Executivo cumpra, na prática, o propósito de diálogo com toda a comunidade

Fabiana Sparremberger

Desde o início da cobertura envolvendo o novo coronavírus, há um ano, o Diário tem dedicado todas as forças da sua Redação e os espaços editoriais nas mais variadas plataformas para levar informação de qualidade e credibilidade para leitores, internautas e telespectadores. É nessa hora que a imprensa se torna essencial ajudando sua comunidade no enfrentamento de um mal invisível que assola a humanidade de uma forma tão devastadora. A pandemia chega ao seu pior momento. E é nessa hora que mais precisamos uns dos outros para cumprirmos nossa missão. Infelizmente, como imprensa, não temos conseguido sensibilizar o Executivo municipal para a importância de levar as informações e orientações aos santa-marienses.

Na sexta-feira, buscamos a participação de um representante da prefeitura de Santa Maria para esclarecer as dúvidas dos nossos telespectadores da TV Diário sobre a bandeira preta e todas as suas implicações. Temos sete edições ao vivo do programa Direto da Redação e mais duas edições do programa Sala de Debate, totalizando mais de cinco horas diárias de jornalismo. São, portanto, nove vezes ao dia que entrarmos nas casas dos santa-marienses por meio da TV Diário (canais 26 e 526 da NET) e das nossas redes sociais. A informação do Executivo municipal foi de que não havia possibilidade de atender nosso pedido, porque os responsáveis pelo assunto estavam em reunião para definir novas medidas.

À reportagem, o prefeito Jorge Pozzobom (PSDB) disse que o momento exige uma postura centrada e séria da administração municipal, e, por isso, optou-se, neste momento, em aguardar o detalhamento dos decretos do governo do Estado. Sendo assim, ele e os secretários que tratam do tema seguiam reunidos, em conversações permanentes com o Piratini, para então comunicar os caminhos a serem seguidos pela prefeitura.

Infelizmente, não foi a primeira vez da semana. Na última segunda-feira, após a decisão polêmica de suspender as aulas presenciais em Santa Maria, recebemos a mesma negativa de participação ao vivo. Não havia possibilidade de um representante da prefeitura atender à comunidade nos nove horários diferentes que colocamos à disposição do poder público municipal. Não é um favor que a prefeitura faz ao Diário atendendo o nosso convite. É uma obrigação que tem com cada santa-mariense.

A título de comparação, o governador Eduardo Leite (PSDB) tem feito lives várias vezes na semana, em que responde aos questionamentos de toda a imprensa e da população gaúcha, além de atender quase diariamente os principais veículos de imprensa do Estado, respondendo até a dúvidas de ouvintes e telespectadores. Até porque deve satisfação à população sobre as ações do governo. A secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann, também participa de entrevistas coletivas, eventualmente.

Lamentamos que, num momento como esse, não possamos levar as orientações e responder às dúvidas e questionamentos que telespectadores, leitores e internautas nos trazem da forma como julgamos que eles merecem e necessitam. Registramos, mais uma vez e de forma incansável, o nosso apelo para que a prefeitura de Santa Maria cumpra, também na prática, os propósitos de diálogo e transparência que tanto defende.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190