contatos Assine
tecnologia

Se vai chover ou não, a tecnologia te ajuda a descobrir

04 Setembro 2018 18:21:00

Colunista Cristiano Silveira dá dicas de locais para acompanhar a previsão do tempo


Vai chover hoje? Frio? Calor? O sol está forte?

Perguntas simples que fazemos todos os dias e que garantem uma audiência e tanto para a televisão, rádio, jornal, sites e até as redes sociais. Quem já organizou um evento ao ar livre ou quem planta sabe a importância dessas informações. Não é mesmo?

A tecnologia revolucionando a saúde

Para ter essas informações atualizadas existem inúmeras estações meteorológicas espalhadas pelo mundo inteiro, registrando dados de temperatura, umidade, pressão atmosférica, intensidade de UV (ultravioleta) do sol, velocidade do vento e até mesmo radiação. Imagens de satélites especializados em captar as mudanças climáticas são somadas a tudo isso e ajudam a criar uma informação mais precisa sobre o tempo.

"Ok Cristiano, mas isso não é novidade para ninguém, certo?"

Sim, com certeza não chega a ser novidade para ninguém. Até porque, segundo o site Deutsche Welle, a primeira previsão do tempo publicado na imprensa foi realizada em 14 de maio de 1692, por monges alemães. Nesse dia, eles publicaram as suas previsões baseadas nas observações que faziam.

Empreendedorismo de palco e de rede social: nem tudo que reluz é ouro

No caso do Brasil, o Instituto Nacional de Meteorologia - INMET, vinculado ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, que é responsável por organizar e gerenciar diversas estações meteorológicas espalhadas pelo país, chamadas de Estações Meteorológicas de Observação de Superfície Automática. Cada uma delas possui vários sensores que medem a cada minuto, temperatura, umidade relativa do ar, vento, radiação solar, precipitação, pressão atmosférica, dentre outros.

Da mesma forma, em Santa Maria/RS, sediada dentro da Universidade Federal de Santa Maria, está uma das unidades do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - INPE, que possui algumas estações de medições em Santa Maria e cidades vizinhas.

O INPE possui um importante centro de previsão de tempo e estudos climáticos, onde divulga suas previsões, com um monte de informação da região

Mas esses dias, em uma gravação de uma aula em Santa Maria/RS, conheci um projeto experimental muito bacana, nessa área de meteorologia. Idealizado pelo servidor público Fabricio Colvero e o meteorologista Diogo Custódio, eles possuem 3 estações meteorológicas na cidade, distribuídas em 3 bairros.

No bairro Centro, registram informações de temperaturas, velocidade e direção do vento, pressão atmosférica, umidade, acumulado e taxa de chuva. Nos bairros Nossa Senhora de Lourdes e Camobi, possuem micro estações que registram temperaturas, umidade e pressão atmosférica.


Estação do Centro
Foto: Fabricio Colvedo

Segundo Fabrício, que possui bastante conhecimento em eletrônica, a estação sediada no Centro estava estragada, colocada para descarte. Com o tempo, reformaram e otimizaram a estação, melhorando alguns sensores. E tudo isso como um hobby. Show, né?

Abaixo, você pode acessar as 3 estações, que têm suas informações atualizadas a cada 10 minutos no site:

Bairro Centro

Bairro Camobi

Bairro Nossa Senhora de Lourdes

E ainda, na estação do Centro, é realizada a medição de radiação de fundo (radiação presente na superfície da Terra e na atmosfera), onde, segundo site Radmon.org, que exibe medições do mundo inteiro, a estação deles é a única ativa no Brasil.

Achei muito legal essa iniciativa do Fabricio e do Diogo. E você, o que achou?

Abraço e sucesso. Cristiano Silveira 

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249