sociedade

160 anos de uma cidade que encanta

Colunista fala sobre o aniversário de Santa Maria

Momentos celebrativos são muito especiais e, de certa forma, nos convidam a realizar uma série de reflexões. No dia 17 de maio comemora-se o aniversário de Santa Maria. São 160 anos de história de uma cidade, que é conhecida por ser extremamente acolhedora. Posso dizer isto por experiência própria! Quando vim morar aqui há quase quinze anos atrás ficava encantada e impressionada com a espontaneidade com que as pessoas ofereciam ajuda, eram sociáveis e se mostravam engajadas umas com as outras. Logo que cheguei já me senti muito bem recebida e familiarizada.


Foto: Gabriel Haesbaert (Arquivo Diário)

E o que faz de Santa Maria um lugar tão especial? 
Creio que em primeiro lugar as pessoas que habitam esta cidade. Somando-se a isto, a qualidade das relações que estabelecemos, o sentimento de pertencimento, a solidariedade, a jovialidade a capacidade transformativa e inventiva são características importantes desta terra e que vão possibilitando a constituição de um espaço diferenciado e qualificado. É uma cidade que tem quase tudo que encontramos em grandes centros, mas não chega a ser tão grande a ponto de enfraquecer os vínculos e o convívio social. Ao contrário, existem espaços importantes que potencializam o fortalecimento de laços entre as pessoas.

Mais do que um pólo universitário, Santa Maria é uma cidade que agrega, que oportuniza o crescimento e a formação e a produção de conhecimento. Como docente, observo a cada ano um número expressivo de jovens que vem de outras cidades, tanto do Rio Grande do Sul, de outros estados e, até mesmo de fora do país, em busca de uma formação superior, de uma qualificação profissional, de um futuro melhor. Trazem na mala muitos sonhos, expectativas e projetos, que, muitas vezes, são colocados em prática aqui na nossa cidade. Muitos destes jovens permanecem aqui após a finalização dos estudos, outros acabam levando toda a construção feita junto consigo.

O exílio da periferia

Este trânsito de pessoas permite a abertura para o novo e o diferente, um processo de renovação que traz como consequência um processo de transformação constante. Nossa cidade acaba por "exportar" muitos profissionais altamente qualificados para outras localidades contribuindo com o desenvolvimento social e econômico da região quanto de muitos outros contextos.

Temos muitos contrastes e dificuldades também em nosso contexto, mas temos muitas pessoas pensando em alternativas para superar estes desafios. Somente no campo da educação superior são mais de 30 mil estudantes que se capacitam para se inserir no mercado de trabalho, desenvolver tecnologia e trazer soluções inovadoras e empreendedoras para a nossa sociedade, frente a este cenário.

Marielle Franco: - plantou, colheu!

Por ter a forte presença de jovens e de pessoas, que independente da idade, encontram-se abertas a novas visões e perspectivas de vida em nossa sociedade acredito que este espírito jovial acaba por influenciar de maneira significativa na identidade de nossa cidade trazendo com isso novas possibilidades e potências capazes de nos fazerem ir em frente. Para construirmos a sociedade que tanto sonhamos e acreditamos é necessário que possamos nos transformar em primeiro lugar. Neste sentido, a Educação parece ser um caminho fundamental para que possamos cada vez mais superar os desafios que se apresentam neste percurso em direção ao crescimento, sendo qualificar e fortalecer ainda mais este espaço. E Viva a Santa Maria!


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190