contatos Assine
viagem

Cosmopolitismo e humanismo

07 Junho 2019 11:06:00

Colunista fala sobre a cidade de São Paulo

José Silveira


Flashbacks 

Era um dia quente. O céu estava banhado de sol, de um azul acinzentado mais belo do que qualquer coisa que eu tinha imaginado.

Revisitava na memória, cada momento, cada lembrança, cada tortuoso caminho percorrido.

Mesmo longe, mesmo distante, as minhas raízes permaneciam por lá. Minha terra natal: São Paulo. 


Minha origem. Minha formação.

Nasci em São Paulo, no Hospital Anna Nery. Numa tarde (16:55) chuvosa de novembro de 1978. Após duas décadas no interior do estado de São Paulo, retornei para a capital.

Lá, tive o privilégio de estudar na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Fiz a minha graduação, mestrado e doutorado. A minha graduação foi em Relações Internacionais. Eu me especializei em Shakespeare e na História inglesa. Isso me proporcionou alguns predicados gerais intelectuais como: "curiosidade, inquietação, inconformismo, disciplina criativa, independência de julgamento, honestidade científica e etc". 

Outros predicados que acumulei na minha formação são próprios do ramo das Relações Internacionais: "gosto pelas relações interculturais, aceitação do outro, dos diferentes, humanismo exacerbado, aptidão ao aprendizado de idiomas, paixão pela geografia sob todos os seus aspectos (física, humana e econômica), considerar que o mundo é sua casa e que antes de sermos "nacionais" de um país somos parte do gênero humano". 

São nestes alicerces que construí a minha formação de internacionalista e agora educo e formo novos internacionalistas na Universidade Federal de Santa Maria. Pois bem, a cidade de São Paulo teve um papel crucial na minha origem e formação como pessoa e profissional.


São Paulo

Acredito que por ter vivido em São Paulo - considerada em 2016 a 11° cidade mais globalizada do planeta, e recebendo a classificação de cidade global alfa - isso me agregou em percepção e visão de mundo mais humanista e cosmopolita. 

Vale destacar que a cidade de São Paulo é o principal centro financeiro, corporativo e mercantil da América do Sul. É a cidade mais populosa do Brasil, da lusofonia e de todo o Hemisfério sul. O lema da cidade, presente em seu brasão oficial, é emblemático e autoexplicativo: Non ducor, duco ("Não sou conduzido, conduzo"). 

A cidade possui muitos cartões postais e vale a pena visita-la pelo menos uma vez por ano. Sampa não é uma cidade para se visitar uma única vez. Aliás, se ela conseguir te conquistar, é provável que você voltará pra casa fazendo planos de regressar em breve. "O clichê "você encontra de tudo em São Paulo" não poderia ser mais verdadeiro". 

Às vezes, quando você está em São Paulo, você esquece que está na cidade mais caótica do país. "Parques urbanos e outros nem tanto, museus pra todos os gostos e restaurantes do mundo inteiro a uma quadra de distância um do outro. Tudo isso pode ser encontrado sem muita dificuldade durante uma viagem a São Paulo". 

Locais obrigatórios a serem visitados e devidamente fotografados: Catedral da Sé, Edifício Copan, Monumento das Bandeiras, Parque Ibirapuera, Museu da Arte de São Paulo (MASP), Avenida Paulista, Museu do Ipiranga, Mercadão Municipal, Parque Villa Lobos, Parque da Aclimação, Jardim Botânico, Bairro da Liberdade, Mirante do Edifício Itália, Theatro Municipal, Centro Cultural Banco do Brasil, há bons bares e restaurantes na Vila Madalena e Pinheiros.

Museu da Arte de São Paulo (MASP)


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190