marcelo martins

Para evitar uma desidratação maior, PSL aposta em Jader Maretoli

O PSL de Santa Maria é o típico caso de um partido que nada mais é do que uma sigla de ocasião. Criado apenas como objetivo de garantir tempo de rádio e de TV, na eleição de 2020, a legenda foi incorporada à candidatura de Jorge Pozzobom (PSDB), que buscava a reeleição. Ao ser detentor de um expressivo tempo dentro do horário eleitoral e com acesso a generosas cifras do fundo partidário, o PSL foi forjado com esse objetivo bem pontual, à época, de dar robustez à candidatura tucana.

Leia mais colunas de Marcelo Martins

Desta forma, o partido conquistou a filiação do empresário Rodrigo Decimo, que viria a ser o número 2 de Pozzobom no pleito de 2020.
Eleitos em segundo turno, o PSL cumpriu com a sua tarefa. Além disso, o partido conquistou uma vaga no Legislativo de Santa Maria com a eleição do comunicador Tony Oliveira. O radialista, aliás, durante a disputa eleitoral do ano passado fez campanha para se eleger, mas não para "ajudar" a candidatura que representava.

Até aqui, Tony é mais oposição do que qualquer outra coisa ao governo municipal. Alguns, inclusive, já afirmam que ele estaria de olho no pleito de 2024 ao tentar um voo maior: a prefeitura.

APOIO

O fato é que o PSL, hoje uma sigla de ocasião e inexpressiva, aposta corretamente em um nome capaz de tirar o partido da inanição: Jader Maretoli. O empresário, que também é pastor da Igreja Evangélica, traz consigo a capacidade que hoje o partido não tem quem faça, a de mobilização e de uma narrativa de união e construção.

Ao passar pelo Solidariedade e, mais, recentemente pelo Republicanos, Jader pode ser, na condição de presidente da sigla, a voz para fazer o que o PSL hoje não é na cidade: um partido.

Carregando matéria

Conteúdo exclusivo!

Somente assinantes podem visualizar este conteúdo

clique aqui para verificar os planos disponíveis

Já sou assinante

clique aqui para efetuar o login

O bom trânsito do moderado e propositivo vereador Pablo Pacheco Anterior

O bom trânsito do moderado e propositivo vereador Pablo Pacheco

CPI em Itaara irá ouvir 'desertores' do governo Próximo

CPI em Itaara irá ouvir 'desertores' do governo

Marcelo Martins