Governo federal aprova R$ 6 milhões para reconstrução da Estrada do Perau em Santa Maria

Governo federal aprova R$ 6 milhões para reconstrução da Estrada do Perau em Santa Maria

Foto: Beto Albert

O governo federal confirmou, nesta terça (09), a liberação de R$ 6.891.870,87 para a reconstrução da infraestrutura da Estrada do Perau, uma das ligações entre Santa Maria e Itaara e que está interrompida desde o início de maio. Na época, as enxurradas derrubaram várias árvores, e trechos foram destruídos. Inclusive, em um ponto da estrada, há um grande deslizamento que impede a reconstrução.

 
A prefeitura de Santa Maria informou que ainda aguarda um estudo geológico para verificar a segurança e se há risco de novos deslizamentos no local. No final de junho, o chefe de Gabinete do prefeito, Alexandre Lima, disse que não havia previsão de conclusão desse laudo. Nesta terça (09), Lima voltou a dizer que a prioridade atualmente é concluir o laudo da Vila Bilibio, onde muitas famílias moram e, depois, do Perau. Portanto, ainda não há previsão de liberar o tráfego pela estrada que liga Santa Maria a Itaara. Só o laudo dirá se é seguro autorizar a passagem de veículos, mesmo que parcialmente, antes da obra de recomposição do ponto que deslizou.

– Este é mais um compromisso do governo Lula em aprovar os planos de trabalho que possam garantir um novo recomeço para as famílias e para os municípios gaúchos. Seguimos atentos para garantir novos recursos para a reconstrução de Santa Maria e região - destacou o ministro da Reconstrução, Paulo Pimenta.

– A aprovação do recurso é um passo importante. Já enviamos projetos de assistência, restauração e recuperação ao governo federal, num total de R$ 45 milhões. Desses, mais de R$ 30 milhões já foram aprovados. Mas após a aprovação, tem de sair a portaria, o empenho e a liberação da verba – afirmou Lima à coluna.

Segundo ele, mesmo com a verba, ainda não há previsão de liberar a Estrada do Perau nem de fazer a obra porque, primeiro, será preciso contratar uma empresa de engenharia para fazer a análise aprofundada do trecho onde houve um grande deslizamento. Essa empresa fará os projetos detalhando as obras que precisarão ser feitas de reconstrução do talude, remoção de massa, drenagem e contenções. 

- Esperamos poder contratar esse projeto com dispensa de licitação. Mas é um projeto complexo, e só depois de ele pronto, vamos licitar e contratar a empresa que fará a obra – afirmou Lima.

Obras do Memorial da Kiss começam na quarta com remoção do letreiro e das portas de entrada da boate

Diário Explica: O que torna Santa Maria suscetível a alagamentos e deslizamentos

Durante a enxurrada de maio, houve o deslizamento do talude superior, o que acabou destruindo o inferior, no qual o leito da via estava apoiado. Desde então, o local está inacessível, afetando a trafegabilidade e a vida de 1,5 mil pessoas da região.

Segundo o governo federal, a Defesa Civil já realizou a limpeza do leito da Estrada do Perau, com remoção do material que se desprendeu do talude superior. Além da ligação entre os dois municípios, a via é uma rota alternativa à BR-158, muitas vezes congestionada em situação normal de operação devido à queda de barreiras, e parcialmente interrompida desde o desastre no dia 1º de maio.


Carregando matéria

Conteúdo exclusivo!

Somente assinantes podem visualizar este conteúdo

clique aqui para verificar os planos disponíveis

Já sou assinante

clique aqui para efetuar o login

imagem Redação do Diário

POR

Redação do Diário

[email protected]

Maioria dos postos já subiu a gasolina em Santa Maria; veja novos preços Anterior

Maioria dos postos já subiu a gasolina em Santa Maria; veja novos preços

Recuperação da BR-158 começa na semana que vem, promete Dnit; veja o que será feito Próximo

Recuperação da BR-158 começa na semana que vem, promete Dnit; veja o que será feito

Deni Zolin