Michele Dias

Festa para miúdos, divertida e sem glamour

Colunista fala sobre o aniversário da filha em Portugal

Foto: arquivo pessoal
Em festa de aniversário, crianças são identificadas por cores de coletes

Sabe aquela festa de aniversário infantil em que mais da metade do custo é só para a decoração? O tema e os personagens da moda, lembrancinhas criativas, roupa cara para a hora do parabéns? Pois, aqui, isso é muito raro. Os portugueses são simples na hora de organizar uma festa para as crianças: tem o lanche que elas gostam, tem muito brinquedo, não tem adultos e o custo é acessível. 

Os adultos deixam os filhos na Casa de Festas e só voltam para buscá-los na hora em que termina a comemoração. Algumas empresas até oferecem espaço para adultos - familiares ou amigos próximos - mas não há decoração, nem muito conforto. É só mesmo para olhar as crianças brincarem e estar na hora do "parabéns a você" que aqui tem uma versão um pouquinho diferente.

Leia outras colunas de Michele Dias

Modelito muito enfeitado? Não precisa. Para brincar e pular nada melhor que uma roupa confortável. Até porque, normalmente, os espaços realizam duas ou três festas ao mesmo tempo. Por isso, as crianças usam coletes coloridos por cima da roupa - são identificadas por cores. Todas brincam juntas no pula-pula, no escorrega, e na hora de comer, as recreacionistas chamam a turma "é hora do lanche da equipa* azul" e lá vem a criançada de colete azul.

Para os 3 anos da Isabella, agora em novembro, tivemos sorte. A casa de festas não tinha mais eventos. O espaço foi exclusivo para minha pequena e os amigos. E, por isso, não foi preciso usar os tais coletes coloridos (risos). 

Na mesa, nada de pastéis, risoles e uma diversidade de doces como nas festas brasileiras. Cada criança recebe uma bandeja com pãezinhos recheados de presunto e queijo, um pedaço de pizza, pipoca, gelatina, batatas fritas. O menu pode ser escolhido pelos pais, mas sempre neste estilo de comida. No verão, também tem a opção de servir sorvete. O preço é cobrado por criança e depende do escolhido. Para dar um exemplo, no último sábado, 23, foi o aniversário de 3 anos da minha filha mais nova. Por duas horas de brincadeira e um menu com água, suco, pãezinhos, batata frita, pipoca, gelatina e bolo, o valor foi de 10 euros por criança (cerca de R$ 45), mas isso porque a turma era pequena (10 convidados). Há pacotes econômicos quando o número, por exemplo, passa de 20, algo em torno de 130  euros para 25 convidados (R$ 590 reais). Confesso que, no início, causa espanto, porque somos habituados a uma cultura de eventos com muito cuidado estético, muita decoração, fotógrafo, filmagens. Fiz os 7 anos da Sophia - primeiro aniversário em Portugal - numa casa de festas e fiquei chocada quando ela teve que colocar um colete por cima do vestido que tinha escolhido para usar no dia do seu aniversário. Tinham 2 ou 3 festas ao mesmo tempo, uma barulheira, uma criançada e muito calor - setembro é o fim do verão e, em 2018, foi muito quente - e o espaço não tinha ar-condicionado (quase nenhum tem). É engraçado que tem à disposição das crianças secadores de cabelo para enxugar o suor após a festa (risos).   

Existe um mercado de festas mais elaboradas e caras. Conheço uma baiana que mora em Portugal há 6 anos e tem uma empresa bem ao estilo brasileiro. Em Lisboa, na capital, também já vi casas de festas. Li, inclusive, que este é um mercado que tem crescido, principalmente para atender ao púbico brasileiro e aos clientes portugueses que podem investir em festas. Também já participamos de festas de crianças portuguesas e brasileiras no estilo "pic nic". As famílias escolhem alguma parte da cidade e lá mesmo comemoram. Claro que isso só é possível para os aniversariantes da temporada primavera / verão.   

Uma opção muito escolhida pelos brasileiros que moram aqui e que gostam de ter os adultos na festa, é organizar a comemoração nos shoppings. Os centros comerciais têm espaços com brinquedos gratuitos. Então, os adultos ficam na praça de alimentação, as crianças brincam e, depois, reúnem-se todos para cantar parabéns. Leva-se o bolo, vela e até alguns enfeites. Os 8 anos da Sophia comemoramos assim, entre amigos.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190