michele dias

Criatividade em tempos de isolamento

Michele Dias compartilha sugestões para quem está em casa com as crianças

Michele Dias


Em Portugal, como medida de prevenção ao Covid-19, as aulas foram suspensas pelo Governo, assim como os trabalhadores foram incentivados a trabalharem a partir de casa ou a fazer quarentena voluntária, tendo os direitos assegurados (quem tem filhos pequenos, pode faltar ao trabalho e vai receber 66% do salário). Com tudo isso, crianças acostumadas com a convivência escolar, com brincadeiras nos parquinhos, com passeios em shoppings ou na casa de amiguinhos, estão, agora, em casa com os familiares em tempo integral. E então o que fazer?



Neste momento, a tecnologia ajuda bastante, para oferecer aos pequenos um jogo, um vídeo, mas também, e principalmente, para unir os pais e as crianças através de grupos nas redes sociais que tem a participação dos professores. Vou contar aqui a experiência do grupo da minha filha mais nova, de 3 anos. As famílias postam sugestões de atividades para se fazer em casa, mostram os jogos que inventaram, os brinquedos que criaram. As crianças fazem vídeos para interagir umas com as outras - o que é muito interessante neste período de socialização na infância. A professora que organizou o grupo auxilia com dicas de tarefas da rotina escolar que são possíveis de se fazer em casa. Ela manda letras de música, indica exercícios que eles costumam realizar em sala de aula e orienta também sobre questões como, por exemplo, a importância nesta faixa etária de manter uma rotina aproximada do que a que eles têm na escola: com horário para o lanche, regras para os trabalhinhos, tempo para descanso. Tudo isso para que a interrupção escolar (não prevista) não traga prejuízos para o desenvolvimento das crianças e não cause impacto negativo nos avanços e progressos que os pequenos já tiveram até agora no ambiente escolar.

Nesta questão do imaginário, do teatro, muitas páginas educativas de redes sociais estão postando, todos os dias, vídeos com teatrinho e hora do conto. Depois de assistir o vídeo, as crianças podem comentar através de áudio ou vídeo se gostaram, o que acharam das histórias.

Assim, pais, filhos e educadores vão aprendendo a desenvolver habilidade e criatividade em tempos de restrições e isolamento social. Penso que, neste momento, é preciso ver o copo "meio cheio", principalmente pelas crianças e fazer o melhor que pudermos para transformar a pausa forçada em um momento divertido, integrado e de aprendizagem em todos os sentidos. 

SUGESTÕES TESTADAS PELA FAMÍLIA

  • Culinária - Escolher receitas simples e de preferência saudáveis para fazer com as crianças
  • Jogos - Jogos de montar, de tabuleiro adequando sempre a cada faixa etária
  • Habilidades artísticas e manuais - Fazer brinquedos de sucatas, pintura, misturar cores, recortar
  • Atividades físicas - Como eles estão sem aulas de educação física e não é recomendado sair para rua por muito tempo, fazer ginástica na sala de casa junto com as crianças tem sido uma atividade interessante - resolve o problema dos pais que não podem ir à academia (estão fechadas). Neste item, outra iniciativa que empolga pais e filhos são aulas de zumba através de aplicativos - uma professora brasileira que mora aqui organizou um grupo para "dançar" à distância
  • Jardinagem - Mexer na terra, mesmo que num vaso pequeno, é importante para as crianças. Nós já plantamos sementinhas de flores na sacada
  • História - Pode ser você contar uma história, encenar um teatro com bonecos ou a criança manusear livros e ver as ilustrações


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190