flávio pereira

Onyx e Osmar Terra no olho do furacão

Colunista comenta sobre ministros militares nos cargos do Palácio do Planalto e mais

Foto: Marcos Correa (PR)
Onyx Lorenzoni e Osmar Terra com o presidente Jair Bolsonaro
/

Ficou clara a disposição do presidente Jair Bolsonaro em concentrar nos cargos do Palácio do Planalto apenas ministros militares. Esta seria a razão da mudança na Casa Civil, atualmente ocupada pelo ministro Onyx Lorenzoni, último civil a ocupar gabinete ministerial no prédio. Parceiro de primeira hora, Onyx tem direito a tratamento especial, e estaria deixando uma Casa civil esvaziada para assumir o Ministério da Cidadania, poderoso, sob o ponto de vista político. O General Braga Netto, ex-adido militar nos Estados Unidos e atual chefe do estado-maior do Exército, é o nome para ocupar a Casa Civil.

:: Leia mais colunas de Flávio Pereira

Consequências das mudanças
Se confirmada a mudança, Onyx, que sonha em disputar o governo do Estado em 2022, passaria a gerir programas como o Bolsa Família, de grande alcance social, e a área do esporte, atualmente subordinados ao Ministério da Cidadania. Para o ministro Osmar Terra, o retorno à Câmara dos Deputados ou, como especulou o jornalista Claudio Humberto, dos mais bem informados em Brasília, a embaixada do Brasil no Canadá. Terra já matriculou o filho numa escola canadense.

Em debate, o consumo de bebidas
O problema do consumo de bebidas alcoólicas em locais públicos é comum muitos municípios do Estado. A Prefeitura de Porto Alegre prepara um projeto de lei para iniciar o debate sobre a comercialização e consumo de bebidas alcoólicas nas vias públicas da cidade. Paciente, o secretário municipal da Segurança, Rafael Oliveira, tem explicado em detalhes a proposta, que pretende reduzir arruaças e perturbação do sossego nas vias da capital gaúcha. O foco está nos baderneiros e no direito de ir e vir dos cidadãos, que encontra-se seriamente ameaçado, tudo em nome da manutenção de um suposto "espaço cultural".

Em Brasília, relatório da estiagem
O governador Eduardo Leite manteve ontem uma agenda intensa em Brasília, onde o ponto alto foi a reunião no gabinete da Ministra da Agricultura,Tereza Cristina. Ao lado do secretário da Agricultura, deputado Covati Filho, foram apresentadas à ministra as demandas para amenizar os efeitos da estiagem no agronegócio gaúcho. Mais de 100 municípios estão afetados pela estiagem. Da lista com dez reivindicações, nada concreto. Apenas a promessa da ministra de avaliar o documento.

Assembleia de Verão da Famurs
Já tradicional todos os anos, se realiza durante todo o dia de hoje e na sexta-feira em Capão da Canoa, a Assembleia de Verão da Famurs reunindo autoridades e uma programação de palestras para prefeitos e vices de todo o Estado.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190