flávio pereira

Mudanças no governo federal atingem outras áreas

Leia a coluna de Flávio Pereira desta sexta

Jânio Quadros governava enviando bilhetinhos aos assessores. Bolsonaro inova e utiliza o Twitter e o Facebook. Mas, as mudanças na Casa Civil e no ministério da Cidadania confirmadas na quinta-feira pelo presidente Jair Bolsonaro provocam outras alterações no organograma do governo. Cezar Schirmer deixa a Secretaria de Economia Criativa ligada ao Ministério da Cidadania. E Darcísio Perondi, que deixa a Câmara dos Deputados com o retorno de Osmar Terra, pode assumir a Funasa (Fundação Nacional de Saúde) em substituição a Ronaldo Nogueira.

:: Leia mais colunas de Flávio Pereira

Sem respaldo
Tanto Onyx quanto Osmar Terra não tiveram nenhum movimento mais forte dos seus partidos - DEM e MDB - ou de líderes gaúchos pela permanência nos cargos.

Mudanças foram articuladas com Jair Bolsonaro
As mudanças na Casa Civil e no ministério da Cidadania vinham sendo articuladas com o presidente Jair Bolsonaro. Os dois ministros - Onyx e Terra - já não vinham marcando agendas a partir da próxima semana. O remanejamento não foi interpretado por nenhum dos dois personagens envolvidos - Onyx Lorenzoni e Osmar Terra - como fritura. O próprio presidente Jair Bolsonaro, na live desta quinta-feira, esclareceu que "não há nada contra ninguém".

Missão na Câmara
No seu retorno à Câmara dos Deputados, Osmar Terra recebeu um pedido do presidente Bolsonaro para assumir maior protagonismo na articulação política do governo.

A explicação de Onyx
Onyx Lorenzoni explicou: "ali em 13 de novembro de 2018 o presidente me deu uma missão que nós concluímos agora, por decisão do presidente. O time Bolsonaro é humilde, é unido e é forte. E aqui não importa o número da camiseta. O presidente me entrega hoje uma nova missão, que eu vou cumprir com o mesmo zelo, com a mesma dedicação e com o mesmo empenho."

Como Osmar Terra viu a mudança
Osmar Terra desejou sorte a Onyx e disse que estará "onde for mais importante" para o governo de Bolsonaro. "Eu estarei onde for mais importante para o governo e para o presidente Jair Bolsonaro. Sou deputado no sexto mandato, com muito orgulho. Agradeço ter ajudado o Brasil e quero continuar ajudando onde estiver. Desejo sorte ao companheiro Onyx Lorenzoni".

PCdoB acaba com gratuidade da carteira estudantil
Todo estudante voltará a pagar R$ 35 pela carteira do estudante a partir de segunda-feira. Até domingo, ainda era possível obter identidade gratuitamente no site do MEC. O PCdoB e a UNE (União Nacional dos Estudantes) que compartilham os dividendos - políticos e financeiros - conseguiram pressionar o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia,a não votar a Medida Provisória do presidente Jair Bolsonaro, que estabelecia a gratuidade da identidade estudantil.

Agenda evangélica
O presidente Jair Bolsonaro confirmou sua presença sábado à tarde no aterro do Flamengo, no evento público do Show da Fé, com o missionário R.R. Soares.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190