deni zolin

Vereadores formarão frente para apoiar duplicação da Faixa Nova

A ideia é que seja criada um grupo pluripartidário, para demonstrar que essa bandeira não é só de uma sigla, mas do interesse da cidade

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

A Câmara de Vereadores de Santa Maria deve criar uma comissão especial ou frente parlamentar para ajudar na luta pela federalização do trecho da Faixa Nova de Camobi (RSC-287), que é o primeiro passo para tentar duplicar a rodovia. Segundo o parlamentar Daniel Diniz (PT), vários outros vereadores já anunciaram apoio à iniciativa. A ideia é que seja criada um grupo pluripartidário, para demonstrar que essa bandeira não é só de uma sigla, mas do interesse da cidade.

Agora em fevereiro, deve ocorrer uma reunião entre lideranças políticas e empresariais de Santa Maria e da região para unir esforços e reforçar o pedido de federalização da Faixa Nova, que foi feito em janeiro pelo deputado Paulo Pimenta (PT) ao Ministério da Infraestrutura. A principal alegação é que o trecho de 12 km liga a cidade a duas importantes instituições federais, a UFSM e a Ala-4 (antiga Base Aérea), e por isso haveria necessidade de a União assumir a manutenção da rodovia.

Com pedágio, ônibus vai subir?

Como grandes obras federais no Estado (ponte do Guaíba, duplicação da BR-116 e a Travessia de Santa Maria), que consomem o investimento de grandes montantes de verbas, estão chegando ao fim, a tendência é que a partir de 2021 ou 2022 haja brecha no Orçamento do Ministério da Infraestrutura para incluir a duplicação da Faixa Nova. Mas para isso, será preciso que o governo federal aceite que ela volte a ser uma rodovia federal (BR). Essa obra não deve passar de R$ 40 milhões. Este ano, por exemplo, estão previsto no Orçamento da União R$ 79 milhões para o ponte do Guaíba e R$ 32 milhões para a Travessia de Santa Maria. Ou seja, não seria difícil conseguir R$ 20 milhões por ano para duplicar a Faixa Nova em dois anos, numa ideia hipotética, já que ainda não há nada concreto sobre um futuro projeto de duplicação.

Será preciso apoio também de deputados da região, como Pedro Westphalen (PP), que é vice-líder do bloco governista em Brasília e tem bom trânsito junto ao governo Bolsonaro.

Só um trecho da rua será asfaltado? Como assim?
A assinatura da ordem de início para asfaltar a Avenida Rodolfo Behr, em Camobi, que liga o Loteamento Novo Horizonte ao acesso ao campus da UFSM, gerou queixas de parte dos moradores. É que agora, a prefeitura só vai asfaltar 140 metros da avenida, que tem mais de 400 metros de extensão. Questionei o secretário de Estruturação e Regulação Urbana, José Antônio Gomes, e ele explicou que a prefeitura tem o projeto para asfaltar toda a via, mas que isso não foi possível agora porque a obra está sendo feita com R$ 405.470,62 referentes a uma emenda parlamentar destinada pelo então deputado federal João Derly.

Ele diz que, futuramente, o Executivo pretende pavimentar o resto da avenida, mas dependerá de conseguir verbas para isso. A comunidade vai seguir cobrando.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190