Deni Zolin

Vai demorar, mas, ao menos, desta vez há garantia de que a RSC-287 será duplicada

Nos anos 1990, rodovia recebeu pedágios, mas não foi exigida nenhuma obra de melhoria, o que foi um erro

Claro que não será nada bom pagar pedágio para ter a rodovia em condições e duplicada, porém, o atual projeto de concessão será um grande avanço em relação à concessão feita no final dos anos 1990, quando a rodovia foi pedagiada e não foi exigida nenhuma obra de duplicação. Passamos mais de 20 anos pagando pedágio e tendo de enfrentar a pista simples e com problemas de manutenção. Agora, vai demorar para ela ser totalmente duplicada, mas ao menos haverá uma luz no final do túnel e uma esperança de melhorias.

Afinal, por que entregar a RSC-287 à iniciativa privada?

Só para dar um exemplo: de 2014 a 2018, o governo do Estado investiu R$ 195,7 milhões na RSC-287. Se comparado com os primeiros cinco anos da futura concessão à iniciativa privada, estão previstas obras de R$ 599,1 milhões em melhorias, terceiras faixas e duplicações de trechos urbanos e rurais.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190