Deni Zolin

Centro de Referência da Covid-19 terá reforço na estrutura

Local, onde são feitos os testes de coronavírus, acaba reunindo muitas pessoas à espera de coleta que esperam no sol

Imagine você ficar doente, com suspeita de Covid, e ter de esperar no sol para fazer um teste para a doença. Pois é isso o que tem ocorrido com muitos santa-marienses que vão fazer os exames no Centro de Referência Municipal da Covid, na Rua Conrado Hoffmann, perto da Estação Rodoviária.

Falta de matérias-primas e preços até 60% maiores nas fábricas de Santa Maria

A assistente social Sandra Fátima Rodrigues, 49 anos, ligou à coluna para contar que, após ter dor de cabeça e passar a final de semana de cama, foi orientada a ir ao Centro Covid na segunda-feira para fazer o exame, com coleta no nariz. Sandra diz que ficou das 13h30min até quase 16h, esperando no sol.

- Uma senhora estava com falta de ar, e daí chamaram ela para entrar. Como não tem sombra para as pessoas esperarem, ficam se amontoando tentando achar alguma sombrinha. Eu pedi para que ficassem longe, até porque eu estava com suspeita de Covid. Depois, para minha surpresa, me ligaram na quarta para dizer que meu exame teve de ser descartado pelo laboratório e que eu tinha de ir de novo fazer o teste. Tive de enfrentar tudo de novo, e ainda podendo expor outras pessoas - queixou-se. 

A Secretaria de Saúde alegou que não há registros de usuários permanecerem esperando testagem durante mais de duas horas no Centro, uma vez que o trabalho é realizado mediante agendamento. "No entanto, os profissionais atendem todas as demandas espontâneas, e os usuários que não têm hora agendada precisarão aguardar."

A pasta disse que, sobre a estrutura do espaço, a compra de um toldo já foi licitada pela prefeitura, com previsão de ser instalado na próxima segunda-feira. A nota segue: 

"Esclarecemos ainda, que este serviço de saúde é um Centro de Referência Municipal da Covid-19, ou seja, todos os usuários que acessam o serviço são sintomáticos ou contatos de casos positivos para coronavírus. Com relação ao nome da paciente, o nome informado pela usuária não corresponde ao nome correspondente ao CPF informado, havendo divergência de informações no sistema. Quando isso ocorre, o laboratório descarta a amostra e há, sim, necessidade de novo exame ser feito."

Quanto retornou ao Centro Covid, Sandra descobriu que seu exame foi descartado na primeira coleta porque, na ficha, o sistema do SUS colocou seu nome de casada, que ela não usa mais. Devido à divergência em um sobrenome, o laboratório não fez o teste

Imagens


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190