Deni Zolin

Brasil é o 2º no número total de mortes, e 18º no ranking da mortalidade proporcional à população

Aumento dos óbitos diários aqui pode fazer o país subir nesse trágico ranking

Um ano após o começo da pandemia em Santa Maria, já que o primeiro caso foi registrado em 21 de março de 2020 na cidade, vale conferir um balanço de como a Covid-19 atingiu o mundo. Apesar de o Brasil estar hoje no epicentro da doença, registrando o maior número de mortes diárias do mundo, se for levar em conta a mortalidade por milhão de habitantes, nosso país está na 18ª colocação (veja quadro). Porém, diante do aumento expressivo dos óbitos agora, se o ritmo continuar desenfreado, o Brasil vai subir vários postos nesse triste ranking. Só no último dia 17, o Brasil teve 27% de todas as mortes do mundo neste dia, sendo que a população brasileira equivale a 2,7% da população global.

Veja o que pode abrir e em que horários a partir desta segunda-feira em Santa Maria

Chamam a atenção os números dos países. Assim como há nações ricas em situação muito ruim, como Reino Unido e Itália, com taxa elevadíssima de mortes, há outras como Bélgica, Coreia do Sul, Austrália e Japão que vivem situação oposta. Outro fato intrigante é que a China, onde começou a Covid-19, diz ter "só" 4.839 mortes e com a pandemia sob controle. Será verdade? Será que não escondeu os números? Vi o depoimento de um brasileiro que viveu lá e acredita que possa haver maquiagem dos números. Porém, destacou que, como o governo é de partido único e controlador, vigiando o que a população faz e controlando a mídia, fica mais fácil fazer as pessoas cumprirem regras. Ele cita como exemplo que, na China, o governo obrigou as pessoas a usar os celulares para registrar os locais por onde passam e, assim, rastrear a rede de contatos quando alguém fica doente. Isso tudo pode ter ajudado a frear a pandemia, ao contrário do que ocorre no Brasil, onde cada cidade ou Estado pode ter regras diferentes, e há brigas políticas do governo central negacionista e os demais.

VÍDEO: a rotina da maior CTI Covid do centro do Estado

É intrigante que vários países muito pobres, inclusive da África, têm poucas mortes. Suponho que possa ser devido à baixa circulação de pessoas do Exterior e internamente, reflexo da baixa atividade econômica, ou por causa da subnotificação de casos e óbitos, o que pode esconder mortes. Uma coisa é certa: o Brasil deveria ter se espelhado nos países que adotaram medidas que deram certo, o que poderia ter evitado milhares de mortes e permitido a retomada da economia. O resultado da irresponsabilidade está aí, no trágico balanço diário de mortes e na iminente quebra de muitas empresas.





fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190