Deni Zolin

Boas notícias para região ferroviária de Santa Maria

Colunista fala sobre venda de refrigerantes da Cyrilla e reforma da GAre

18.306

Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Duas novidades importantes ajudarão a revitalizar a antiga região ferroviária da cidade. Após anos de luta, na sexta, a prefeitura lançou o edital de cessão da Gare, que será repassada à iniciativa privada para ser reformada e explorada comercialmente e culturalmente pelos próximos 15 anos, podendo ser renovada para até 30 anos. Se tudo der certo, será, enfim, a solução de um problema crônico da cidade, pois a Estação Ferroviária estava esquecida às traças e sendo dilapidada desde o fim dos trens de passageiros, em 1996. Essa cessão será uma grande oportunidade de revitalizar esse cartão-postal de Santa Maria. Os santa-marienses e, em especial, os ferroviários e suas famílias, merecem ter a Gare preservada e lembrando a memória ferroviária da cidade.

Outra ótima notícia que o Diário trouxe na sexta foi o início das vendas dos refrigerantes da Cyrilla, que fica perto da Gare. Nos próximos dias, até o final de maio, já estarão à venda nos bares, restaurantes e supermercados, a começar pela área central. No ano passado, o Clube Esportivo já havia reaberto. O Brique da Vila Belga vinha cumprindo um papel importante de levar vida de volta à região. O Mercado da Vila Belga, que é uma iniciativa privada, contribuiu também, mas sofreu um baque.

Para que a retomada da região seja completa, ainda falta a reabertura do Riograndense e da Rua Sete de Setembro e a solução do problema do edifício abandonado da Avenida Rio Branco. No caso do clube, depende mais dos associados. Já sobre a Rua Sete, a prefeitura ainda tenta convencer a União a liberá-la, mas não há nenhum indicativo de que conseguirá.

Quanto ao edifício abandonado, o Executivo municipal ainda tentará fazer uma permuta, que foi autorizada pela Câmara, mas não tem data para ocorrer. A ideia é trocar o imóvel com alguma construtora, que entregará área construída ao município em outro local. Se isso ocorrer, o prédio abandonado da Avenida Rio Branco pode ser concluído ou demolido, para uso do terreno para uma construção nova. Mas se isso der certo, será resolvido um problema crônico da área central da cidade.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190