jaqueline silveira

Restaurante Popular reabre suas portas com festerê

Colunista comenta como foi a reinauguração do restaurante depois de quase cinco anos


Foto: Gabriel Haesbaert (Diário)

Com direito à banda da Brigada Militar, o Restaurante Popular Dom Ivo Lorscheiter reabriu, segunda-feira, após quase quatro anos de serviços interrompidos e de muito constrangimento. Se, antes, a ordem dentro do governo Jorge Pozzobom (PSDB) era falar com reserva e não prometer prazo de reabertura, agora a gestão tucana fez do problema (enfim resolvido) palanque para se jogar confete. O prefeito fez frente aos elogios a sua gestão, chefiada por ele, para dizer que a reabertura do restaurante era mais um simbolismo de um governo que tem desatado nós. Mas houve, entre momentos de autoelogio, bom senso para se fazer um mea-culpa. Pozzobom, ao lado do vice Sergio Cechin (Progressistas), afirmou que "o maior inimigo dentro da prefeitura é a burocracia". O chefe do Executivo, que concorrerá à reeleição queixou-se das amarras em coisas simples que acabam engessando a máquina pública.

O desafio da prefeitura em relação ao fim das carroças em Santa Maria

Porém, se há um mérito na reabertura das portas do restaurante ele foi todo creditado na conta do secretário de Desenvolvimento Social, João Chaves (PSDB), que se empenhou em dar enfrentamento ao imbróglio. Vereador eleito pelo PSDB e ex-líder do governo Pozzobom no Legislativo, Chaves foi chamado para compor primeiro escalão e colocou como missão número um da pasta a reabertura da estrutura. Evidência que foi dada a ele, durante o cerimonial, na fala do chefe do Executivo municipal e também nas conversas entre os colegas de gestão, que comentavam que "o pai da criança" era João Chaves. Visivelmente emocionado, Chaves - que é pastor evangélico - fez referência a Deus e disse que ali não era momento para vaidades. Acrescentou que o funcionamento do Restaurante Popular é uma obrigação social e um compromisso a ser cumprido e lembrou dos tempos difíceis de infância em que passou fome.

Projetos escapam do desgaste e da derrota na Câmara

Além do secretariado de Pozzobom, também se fizeram presentes o deputado estadual Valdeci Oliveira (PT) - foi na gestão dele, em 2008, que o Restaurante Popular foi inaugurado e ganhou notoriedade com refeição a R$ 1 -, o pré-candidato a prefeito pelo PT, o vereador Luciano Guerra, a religiosa irmã Lourdes Dill e a presidente do Legislativo, Cida Brizola (Progressistas). Antes de a primeira refeição ser servida, o arcebispo dom Hélio Rubert fez uma oração por todos. (Colaborou Marcelo Martins)


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190