contatos Assine
opinião

OPINIÃO: Gerações

15 Maio 2018 08:30:00

Vivo com dignidade. Respeito à natureza, sou autossustentável, equilibrado em todos os sentidos

Eu discuto com todos, eu levo meu ponto de vista. Eu vou às ruas, contesto, me pinto. Eu brigo, eu venço.

Eu estou informado, faço a minha parte, fico atento, não fujo ao debate político/social. Defendo os meus interesses, os da minha classe, do meu povo.

Mas mesmo assim eles roubam, eles não cumprem as leis. Eles estão errados e fazem tudo errado. Eles são idiotas e estão levando o país à desgraça. Insistem num modelo atrasado, que deveria ser combatido. Eu não estava contente, depus. Eu investiguei e descobri que cometeu crimes, prendi. Eu achei que o caminho não era aquele, mudei. Cansei do meu herói, criei outro. Zerei tudo, e descobri o país perfeito, sem uma só mazela.

Na verdade, eu sou tão herói quanto o meu herói. Sou um brasileiro com orgulho de ser, e não sei como um país que tem gente como eu pode estar tão mal.

O que tenho conquistei com meu esforço, e mereço essa riqueza toda. Aliás, mereço mais, que, por culpa, justamente deste país atrasado, me foi subtraí- da. E as coisas de errado que fiz não ocorreram pelos mesmos motivos deles. Eu não tive saída, foi a vida que me impôs escolhas difíceis.

Driblei todas as dificuldades, sozinho, e superei tanto aqueles que tentaram me explorar, como aqueles que, tendo mais do que eu, obstruíram o meu caminho, me impondo títulos de nobreza como pedágio. Se estou aquém de onde deveria, é porque é difícil empreender aqui. Crescer como num ambiente desses?

Sou o brasileiro vencedor, contra tudo de ruim da esquerda, e em face da poeira da direita. Porque ambas me prejudicam, e por mim isso tudo nem mesmo deveria existir. Por mim prendia o vermelho, o azul, e o arco-íris inteiro, se fosse o caso. Todos que de alguma forma tentam me tirar a saúde, o convívio com a família, meu fim de semana, e minhas justas regalias, que todo o ser humano, como eu, deve ter.

Sim, eu sei viver a vida. Conheço meus direitos, conheço a Constituição. Herdei menos do que deveria - talvez meus pais devessem ter sido mais previdentes - e mesmo assim, com jeito, pago em dia as minhas contas. Invisto na bolsa, tenho um valor na poupança, e às vezes jogo na loteria. Pelos meus cálculos, chego bem ao final da minha trajetória aqui, deixando o estudo como legado aos meus filhos, que desde sempre estudaram em boa escola, é claro, mediante muito esforço meu.

Vivo com dignidade. Respeito a natureza, sou autossustentável, equilibrado em todos os sentidos.

Modestamente, represento o melhor do Brasil. Peguei o filé mignon das duas últimas gerações. O comprometimento, a persistência, e a ambição saudável da X, somados à inteligência, perspicácia e agilidade da Y. Quero tudo, e consigo do meu jeito, com minhas habilidades, porque mereço. Ah, se o Brasil tivesse mais gente como eu, que debate, se posiciona, busca seus direitos, estaríamos tão bem...

E eles ainda dizem que sou ganancioso, preguiçoso e imediatista. Gente ignorante e invejosa.

mais sobre:

juliano piccoloto

fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249