opinião

OPINIÃO: Custos de transação e a economia social

É normal a implicação dos custos de produção nas operações comerciais e produtivas

Este texto tem como objetivo alertar a sociedade sobre uma prática que, recentemente, é vontade de muitos governos, o que vai gerar impactos econômicos nas operações de eficiência e lucratividade das empresas e, logo, para toda a sociedade em geral também.

É normal a implicação dos custos de produção nas operações comerciais e produtivas. Todo o sistema produtivo e comercial possui custos fixos e variáveis. De fato, todo e qualquer empresário contemporâneo sabe desse impacto. É considerado como sendo "normal" e controlável. Isso é, é possível com uma boa gestão, a diminuição desses, bem como ajustes pontuais para evitar o aumento dos custos. A tecnologia pode ser uma importante aliada nesse processo.

Acontece que não é só desses custos que as empresas são impactadas. Existem os tais de "custos periféricos", ou melhor, custos de transação. E o importante é saber que "eles", muitas vezes, impactam negativamente nas operações e no processo econômico. Às vezes, é difícil de ser evitado. Ressalta-se que toda a empresa para ser eficaz deve evitar esse tipo de custo de transação. Ocorre que, recentemente, surgiu uma discussão no meio econômico e político de uma possível cobrança (tributo ou taxa) sobre certas ações realizadas pelas empresas. Especificamente, as  campanhas  publicitárias  do tipo: "compre e ganhe". Os prêmios dados aos consumidores quando compram as mercadorias.

São aquelas ações midiáticas, geralmente implementadas em épocas festivas, como, por exemplo, Páscoa, Natal, Dia dos Pais, das Mães, das Crianças etc., onde o consumidor adquire produtos ou serviços e tem a possibilidade de ganhar um prêmio por isso. Pois bem, o governo quer tributar isso, o que, com toda certeza, gera um custo de transação enorme para as operações empresariais. E, logo, seus impactos podem ser bem significativos para os lojistas, atacados e shopping. E é claro, para os consumidores também. Como dito antes, custo esse que deve ser evitado. Ele afeta a competição empresarial e pode gerar distorções econômicas.

Transcrevo uma parte da teoria sobre os custos evitáveis:

"(...)  desvendamento  incompleto  ou  distorcido  de informações, especialmente (quando associado) a esforços calculados para enganar, deturpar, disfarçar, ofuscar, ou de alguma outra forma confundir." (Williamson, 1985 apud Pondé, 1993, p.34). "Este conceito associa-se à incerteza vinculada ao comportamento dos agentes, que, ao dificultar a organização e monitoramento das transações, acabam por elevar os custos a elas associados."

Sendo assim, é o momento de se debater sobre isso, dado o atual momento econômico e político de nosso país, onde estamos todos ansiosos e esperançosos por um país melhor. Em meio a tantas mudanças e reformas que precisamos, não podemos aceitar mais um custo para toda a sociedade. Todo o custo de transação gera uma enorme ineficiência em nossa economia. Portanto, deve ser evitado.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190