contatos Assine
opinião

OPINIÃO: A data que mudou o rumo do Brasil

09 Janeiro 2019 09:07:00

O que se espera do novo governante são ações éticas, transparentes e respeitosas, de efetivas melhorias


Há exatos 197 anos, no dia 9 de janeiro de 1822, Dom Pedro I, príncipe regente do Brasil, proferiu a seguinte frase: "Se é para o bem de todos e felicidade geral da nação, estou pronto! Digam ao povo que fico!". Porém, pouca gente lembra a importância histórica que teve esse dia para o Brasil e para o futuro da nossa nação. Desde que foi "descoberto", o Brasil passou a ser colônia de Portugal. Com a ameaça de Napoleão Bonaparte de invadir Portugal, a corte portuguesa, em 1808, resolveu mudar-se para o Brasil. Por conta da presença de toda a corte em nosso território, o Brasil deixou de ser uma colônia para se tornar Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves. Contudo, depois que a ameaça de Napoleão passou, a população portuguesa, principalmente os comerciantes do país, começaram a exigir o retorno de Dom João VI, pois, além de descontentes pelo desgoverno de um rei ausente, estavam enciumados com a abertura dos portos brasileiros, uma vez que isso, naturalmente, abria uma concorrência com os comerciantes portugueses.

Por conta da pressão popular, depois de 13 anos fora, o Rei D. João VI teve que voltar para Portugal, porém deixou D. Pedro como representante do governo português no Brasil, o que não agradou aos portugueses, uma vez que a presença do príncipe herdeiro manteria o Brasil como parte do Reino Unido de Portugal. A pressão portuguesa foi tanta que ele acabou recebendo uma carta oficial ordenando a sua volta imediata a Portugal, no entanto, os comerciantes brasileiros apoiavam o príncipe e entregaram mais de oito mil assinaturas pedindo que o regente D. Pedro não deixasse o Brasil. E foi nesse contexto que o dia 9 de janeiro de 1822 ficou conhecido como o Dia do Fico.

Esse foi o mais importante dos passos para que o nosso país se tornasse uma nação independente. A postura de D. Pedro demonstrava que ele tinha escolhido defender a causa brasileira. Era o início do movimento que resultou na Independência do Brasil. Hoje, passados quase 200 anos, apesar de, ainda não ser perfeito, com avanços e retrocessos, o Brasil é um país livre, vivemos na democracia. Em decorrência disso, há pouco mais de uma semana, assumiu o 38º presidente do Brasil: Jair Messias Bolsonaro.

Um político de declarações polêmicas que chegou ao cargo máximo do país pelo voto de mais de 57 milhões de brasileiros. Assim como há quase 200 anos, não sabíamos o que se sucederia nos dias posteriores à declaração de D. Pedro, hoje, também não sabemos como será o governo de nosso atual mandatário, pois, somente com o passar do tempo, poderemos analisar as escolhas feitas por ele e se elas contribuirão ou não para o avanço de nosso país. Contudo, o que se espera do novo governante são ações éticas, transparentes e respeitosas, de efetivas melhorias, em todas as áreas, pois, por mais que a política seja um jogo de aparências, como disse Nicolau Maquiavel, no livro "O Príncipe", não é com aparências e discursos que se melhora um país. O grande desafio está em construir uma nação unida e coesa, com liberdade, igualdade e fraternidade.

fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249