colunistas do impresso

O poder da solidariedade

Praticar bem é perdoar os outros e a si mesmo. É respeitar sentimentos

Intercalando momentos bons e outros nada fáceis, como as decepções, passamos rapidamente por esta vida e vamos seguindo em nossa jornada evolutiva neste planeta escola

A boa notícia é que, mesmo sem podermos ser plenamente felizes aqui na terra, pelas imperfeições que ainda habitam em nós e por conta do meio em que vivemos, podemos aumentar muito os nossos momentos de verdadeira alegria. A receita consiste na prática do bem pelo bem, sem segundas intenções.

A prática da solidariedade nos traz a sensação de dever cumprido e consciência tranquila. Ela é o elixir da verdadeira felicidade possível aqui na terra.

Ser solidário significa ser comprometido na prática do bem, mesmo através de pequenos gestos como o agradecimento, a escuta compreensiva e a ajuda ao próximo.

Estar consciente da importância de nossa contribuição solidária para a construção de uma sociedade mais saudável e equilibrada é o primeiro e grande passo para aliviar angústias terrenas.

Praticar o bem é também perdoar o outro e a si mesmo. É ser indulgente, ter sensibilidade, respeitar o sentimento alheio, colocar-se no lugar da outra pessoa, imaginar aquilo pelo que ela está passando e, principalmente, ajudar.

A compaixão e a solidariedade andam de mãos dadas e propõem uma transformação do olhar diante da vida e, por consequência, influenciam diretamente no bem-estar social.

A compaixão nos leva à ação! Não se trata de somente sentir pena, mas, sim, de mostrar amor e respeito e tomar alguma atitude real para amenizar aquilo que o outro está sentindo. É exatamente aí que está o poder: no desejo de querer ajudar pura e simplesmente fazendo o bem pelo bem.

É necessário olhar ao nosso redor, estar sensível e atento para perceber a vulnerabilidade do outro e não perder as oportunidades de acolher e servir. Ser solidário, além de fazer bem ao próximo, faz muito bem a nós mesmos.

Vários estudos científicos comprovam que praticar a compaixão e ser solidário nos trás muitos benefícios, tais como: aumento da autoestima, aumento da visão de mundo e capacidade de relacionamento com outras pessoas, aumento da resiliência e da sensação de pertencimento na sociedade que vivemos.

Além disso, a compaixão ajuda no fortalecimento do nosso sistema imunológico e da nossa saúde física e mental, bem como proporciona o aumento da nossa expectativa de vida em sete anos ou mais.

Quanto mais sairmos de nós mesmos, compartilhando os nossos dons, mais venceremos o próprio egoísmo e orgulho. Assim, mais satisfação, alegria e sentido para a nossa vida, encontraremos. Portanto, quanto mais nos doarmos, amenizando a dor do outro, entregando o nosso tempo e conhecimento em favor da sociedade em que vivemos, mais estaremos em paz conosco mesmos e nos aproximaremos da felicidade possível aqui na terra.

Texto: Jorge Brandão
Empresário e escritor espírita


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190