opinião marcelo martins

Coisas que nem os romeiros nem Medianeira precisariam conviver

Avenida não deveria virar espaço para comercialização de produtos nem de depósito de lixo


Foto: Maiara Bersch (Arquivo/Diário)

Santa Maria mudou e, como é da vida, seguirá mudando. Com quase 300 mil habitantes, o maior município do centro do Estado vira o endereço da fé, uma vez ao ano, com a realização da Romaria da Medianeira. Ao chegar na 76ª edição, é aguardado, de novo, uma população inteira - em números, a projeção é de 400 mil fiéis - que estará aqui para agradecer, reiterar a fé ou, ainda, em busca dela (a fé).

O momento é de orar, fazer pedidos e, claro, honrar a palavra por graças alcançadas. Há, de fato, coisas que são apenas possíveis de serem atingidas com intervenção divina - seja a cura de uma doença ou, quem sabe, ganhar na loteria -, entre tantas outras façanhas que são creditadas somente às constelações. 

Leia mais colunas de Marcelo Martins

Porém, no próximo domingo, quando milhares de fiéis estiverem mirando o céu ou a imagem da Mãe Medianeira, no trajeto que percorre as principais vias do centro da cidade, a Avenida Medianeira - que carrega o mesmo nome da padroeira do Estado - será o endereço para a comercialização de produtos.

Ambulantes e comerciantes coabitarão o entorno da basílica para fazer a venda de produtos (exceto a comercialização de bebidas alcoólicas). Mesmo assim, ainda que não se tenha isso, a romaria não deveria ser um puxadinho para uma renda extra ou para se faturar com os mais diferentes produtos.

Sem dizer que, ao fim da procissão e das celebrações religiosas, a Avenida Medianeira vira um canteiro de sujeira e de lixo. Algo que Medianeira, como mãe, jamais aceitaria de bom tom esse tipo de comportamento de seus filhos e devotos.  


fale conosco

redação
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
atendimento@diariosm.com.br
ouvidoria@diariosm.com.br
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190