opinião

A façanha de Eduardo Leite ecoa pelo país

Em programa televisivo, governador revelou a sua orientaçãoo sexual

18.386

Foto: reprodução

O governador Eduardo Leite (PSDB), na última quinta-feira, assumiu publicamente ser homossexual no programa Conversa com Bial, da Rede Globo. A fala dele, tratada como uma "revelação", não deveria ser vista desta forma. Por um único motivo: a vida pessoal dele não diz respeito a ninguém. Mas, como afirmou Leite, "nesse Brasil com pouca integridade nesse momento", o chefe do Piratini foi além e mostrou que "a gente precisa debater o que se é". 

São essas que julgo ser as principais falas do jovem governador, que buscará espaço para concorrer à presidência da República: retomarmos o respeito. Ou, ao menos, o convívio de forma civilizada. E, principalmente, nos distanciarmos desses polos que emanam ódio e que criaram cisões entre nós brasileiros. 

Em passagem por Santa Maria, presidente da AL-RS detalha investimentos

Afinal, o que somos hoje? Uma nação dividida e polarizada que serve a dois políticos de estimação. A pandemia ceifou mais de meio milhão de vidas, e, ainda assim, o aprendizado teima em não vir. O que nos faz deduzir que, aparentemente, somos incapazes de tirar lições em meio ao momento mais difícil das nossas vidas. É na adversidade e na crise que somos testados. Porém, nós e nossas lideranças políticas nos mostramos incapazes de buscar consensos (o que é diferente de unanimidade) para superarmos essa crise que é sanitária, social e econômica.

Conselho define novo cronograma para formar lista tríplice para reitoria

Ao pensar que, na corrida ao governo do Estado em 2018, Leite sofreu ataques homofóbicos por seus adversários _ e mais, recentemente, foi injuriado por Roberto Jefferson (presidente nacional do PTB) _, o tucano mostrou grandeza em não se esconder de nada nem de ninguém. O errado nisso tudo é uma pessoa, seja ela pública ou não, ter de dar satisfação da sua vida e da orientação sexual a quem quer que seja. 

Mesmo assim, Leite foi destemido e corajoso. Ainda mais por se tratar de Rio Grande do Sul, um Estado conservador, e de um país que atravessa um momento de ódio e de extremismo, ele acena com ares de renovação e de esperança.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190