opinião

A escolha para reitor da UFSM e a possibilidade de novos rumos

Confira a coluna de Marcelo Martins

18.386

A dupla preferência do professor Luciano Schuch para assumir a reitoria da UFSM evidencia a chance de a instituição traçar novos rumos. Ao ser o escolhido, em uma consulta interna à comunidade acadêmica, e, depois, com a preferência de votos junto aos conselheiros da instituição, o atual vice-reitor é o nome que, até aqui, pode levar ares de tranquilidade a uma universidade que, nos últimos anos, passou por um processo de partidarização.

'Foi respeitada a democracia', afirma atual reitor sobre eleição na UFSM

A fala conciliadora somada à atuação discreta e técnica o qualificam a ser um reitor-gestor e, principalmente, com uma agenda conectada às mudanças que o momento impõe.

MUDANÇAS

Santa Maria, de longa data, precisa de uma diversificação na matriz econômica. Sem negar as origens e que fazem do município um polo em comércio e prestação de serviços, Schuch vê o que, ainda por aqui, muitos não conseguem enxergar: é preciso utilizar o celeiro de produção intelectual da UFSM para ajudar a economia (e a sociedade) na busca de um desenvolvimento regional.

Na mais importante das discussões, nem sempre há público

Schuch, por ser um entusiasta do tema, sabe que a relação entre governo-universidade-indústria - o que se popularizou chamar de tríplice hélice - pode fazer com que Santa Maria seja protagonista de um novo momento à economia de Santa Maria e metade sul do Estado.

ALIÁS...

Se formos, por exemplo, mirar Sapiens Parque, um notório parque tecnológico e de inovação em Santa Catarina, Schuch sabe que pode fazer com que a UFSM dê a celeridade necessária, aliada à continuidade, por meio de um sistema de inovação sustentável e de desenvolvimento econômico.

Em votação virtual, Luciano Schuch é o mais votado para reitor na UFSM

Ao combinar novas estruturas organizacionais e atração de investimentos, as empresas atuam em um ambiente inovador, e a universidade estimula o fluxo e transferência de conhecimento e tecnologia entre elas. Sendo Schuch, o nomeado pelo MEC, a UFSM, por meio do atual vice-reitor, pode elevar o status da instituição e elevar ainda mais sua relevância. Currículo, Schuch tem. Professor do Centro de Tecnologia (CT), formado em Engenharia Elétrica, tem a pesquisa no currículo e no DNA. O que, certamente, quer dizer muita coisa.

RECONHECIMENTO

Igualmente importante é reconhecer a legitimidade da candidatura do professor Rogério Koff. Mesmo de fora da lista tríplice, ele trouxe a pertinente discussão em torno de uma possível manobra que teria ocorrido, na avaliação dele, na tentativa de uma antecipação de uma lista tríplice. No entendimento de Koff, a chapa de Schuch, Marta e Cristina - por ter três nomes - seria uma forma de burlar as regras do jogo. Koff soube, como um democrata que é, reconhecer o induscutível resultado de hoje. O que, em nada, minimiza a discussão posta por ele, que foi apropriada e correta.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190