cultura

O novo destino do Universo Marvel nos cinemas

Rodrigo Ricordi fala sobre os próximos filmes da franquia de super-heróis

18.409


Foto: Reprodução/Marvel Studios

O ator chinês Simu Liu dará vida ao personagem Chang-Shi nos cinemas

Nunca houve na história do cinema algo tão grandioso como o que a Marvel, e agora junto à Disney, estão fazendo com os filmes de super-heróis. Nem fora do mundo dos super-heróis. Uma grande máquina de produção, de dólares e de envolvimento dos fãs. A proximidade dos novos filmes, saem três ainda esse ano, e das séries derivadas no canal Disney+, que estão mudando os rumos da história, que antes era em volta das Jóias do Infinito, para o chamado Multiverso, deixa os fãs, que acompanham os filmes desde 2012, ansiosos ou, nos termos modernos, "hypados". O próximo passo é o longa Shang-Chi: E a Lenda dos dez Anéis, que vai para as salas de cinema em 5 de setembro, após o fim da série What If...? que dá uma misturada entre os personagens, seus poderes e histórias, abordando a mistura entre dimensões/universos da editora americana, algo feito nos quadrinhos desde a década de 1970.


Como sempre, não se sabe muito sobre o quanto da trama geral será entregue no filme do Rei do Kung-Fu, mas o longa deve introduzir os artefatos chamados Dez Anéis, que dão poder semelhante às Jóias do Infinito, mas com menor intensidade, e com sua própria mitologia. Nos quadrinhos quem possui os artefatos é o vilão Mandarim, que deve dar as caras no filme, retomando, inclusive, a trama de Homem de Ferro 3 (2013). Nas histórias, Shang-Chi, que surgiu em 1973, é um personagem urbano, e conversa muito com personagens como Demolidor, Punho de Ferro e Homem-Aranha. Fez parte de vários grupos como Vingadores e Agentes de Atlas. 


Com o lançamento do trailer de Homem-Aranha: Sem Volta para Casa, ficou um pouco confuso sobre como o personagem asiático vai se inserir no contexto dos filmes, se sua história será paralela ao rombo dimensional aberto na série Loki ou se a vai se inserir de alguma forma. O trailer do filme do teioso, que será lançado em dezembro, após ainda de Eternos,  já adianta que o Dr. Estranho vai causar alguma coisa no Multiverso.

Tudo isso deve se resolver no próximo filme do Mago Supremo, que vai se chamar Doutor Estranho e o Multiverso da Loucura, que sai em 2022. Toda a mídia especializada já especula que será o grande momento da fase 4, como foi Vingadores: Ultimato. Quando heróis vão se unir para dar conta da bagunça temporal e dimensional criadas em Wanda Vision, Loki e Homem-Aranha 3. Mas lidando com tempo e espaço, abre-se também as possibilidades de que outros personagens e grupos possam surgir e aparecer nos cinemas. Fala-se muito na introdução dos mutantes e do Quarteto Fantástico (que já foi anunciado ainda que sem data).

A Marvel tem mais de duas centenas de personagens e muitas possibilidades de abordagens, principalmente nessa convergência de mídias, para se manter em alta e ganhando boladas de dinheiro por muitos anos. Mas acima de tudo, renovando fãs e satisfazendo os desejos dos fãs antigos que só tinham os gibis para verem seus heróis em ação.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 

© 2021 NewCo SM - Empresa Jornalistica LTDA


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7188
(55) 3213-7190