cultura

A festa (do catálogo) no mundo dos colecionadores de filmes

'Apesar de muitas lojas reduzirem o espaço para venda, é bom ver que ainda tem público interessado e que colabora com pequenas empresas que colaboram com nosso entretenimento', escreve o colunista Lucio Pozzobon

Desde que o streaming virou uma oportunidade muito prática para o entretenimento em casa, muitos colecionadores de filmes do Brasil, ficaram como dificuldades encontrar seus filmes favoritos para aumentar suas coleções de DVDs ou Blu-rays. Algumas vezes por falta de vontade das produtoras ou até mesmo por reconhecer as dificuldades do mercado, inúmeros filmes foram deixados de lado. O momento atual, com os cinemas fechados devido a pandemia da Covid-19, mostrou-se como uma oportunidade de renovação no mercado do home video para algumas produtoras. Em parceria com lojas que atendem o público colecionador, como FamDVD, The Originals, Vídeo Pérola e até a Amazon, as empresas encontraram nessas vendas de títulos desejados uma fatia de mercado importante e isso transformou a vida dos colecionadores nos últimos meses, trazendo grandes títulos para a mídia física. Todo esse movimento, garantiu a chegada de filmes como 'Corra', 'Nós', 'infiltrados na Klan', 'Adoráveis Mulheres', 'Lady Bird', 'Zumbilândia 2', 'A Favorita', 'Alita: Anjo de Combate', 'X-Men: Fênix Negra' e muitos outros, até agora inéditos no mercado de Blu-ray ou DVD do Brasil. Sem contar os inúmeros relançamentos da Disney e FOX, que chegaram com um preço mais baixo. Isso vem de uma pesquisa das produtoras sobre a disponibilidade internacional nos discos que possuem áudios e legendas em nosso idioma, facilitando a produção e diminuindo o custo na produção de uma "matriz" nacional, que no caso dos Blu-rays, precisa ser fabricada no exterior. O interessante é ver que alguns desses itens se tornaram exclusivos de algumas lojas, coisa que não é comum por aqui. Isso apresentou um incentivo para as compras em pré-venda, o que garante a oportunidade de a distribuidora e loja avaliarem a quantidade solicitada para seu estoque. Essa movimentação fez com que muitos vendedores do Mercado Livre, Enjoei e outros sites de revendas de usados, precisassem revisar seus valores para competir com o valor atual das novas unidades que chegaram às lojas. A opinião do público tornou-se essencial nesse momento, principalmente nos grupos de colecionadores do Blog do Jotacê ou Fora de Catálogo. Por meio de enquetes e até análise de comentários nas redes sociais, as lojas trazem surpresas para o público, como a coleção inédita no mundo para o filme 'Halloween' pela Obras-Primas do Cinema, o retorno da coleção 'Essencial' pela Versátil, e filmes nacionais em Blu-ray pela Imovision. Outra alternativa para chamar atenção dos lojistas são as petições, que se tornam uma forma de avaliar se o produto tem potencial para venda em formato físico ou não. Uma das últimas petições que surgiu foi após uma análise da falta de aparelhos que reproduzem os filmes (confira aqui a pesquisa) no mercado brasileiro. Afinal, não adianta colecionar um DVD ou Blu-ray, se você não pode assistir. Uma das opções são os videogames ou home theaters, mas o alto custo impossibilita a fácil entrada no mercado. Uma das esperanças para o consumidor é que marcas como Sony e Samsung, que ainda vendem aparelhos em países da América Latina, voltem a produzir. Ou quem sabe podemos nos surpreender com outra empresa que apresente novas opções ao mercado. Apesar de algumas pessoas acharem "estranho" uma coleção de filmes em DVD ou Blu-ray, uma das razões de muitos colecionadores se preocuparem em manter e aumentar seus títulos, é a dificuldade de encontrar alguns filmes nas plataformas de streaming ou até mesmo de aluguel e venda digital. Ter uma coleção é um grande benefício para seu entretenimento, apesar do espaço que ela possa ocupar em sua casa. Depois de um tempo esquecido, é ótimo poder falar e acompanhar o mercado do home video mais uma vez e ainda ter a certeza que muitas novidades estão por vir. Minha coleção de filmes tem aumentado mais do que o esperado e fez com que eu voltasse a rever alguns filmes que já estava com poucas lembranças. E apesar de muitas lojas reduzirem o espaço para venda, é bom ver que ainda tem público interessado e que colabora com pequenas empresas que colaboram com nosso entretenimento.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190