finanças pessoais

Como o estresse pode afetar a sua vida financeira?

Colunista Fernana Jaeger fala sobre a relação entre endividamento e problemas de saúde

Situações catastróficas, alterações significativas na vida e dificuldades cotidianas podem ser fontes de estresse para a vida de uma pessoa. Pode-se dizer que este fenômeno afeta direta ou indiretamente cada vez mais a população e traz consequências . Mas o que é o estresse? Como ele se manifesta? De que modo ele pode afetar a nossa vida, em especial, no que tange a dimensão financeira?

Sociedade de Consumo X Sociedade do Compartilhamento

O estresse constitui-se como uma forma de lidar com as ameaças e desafios que estão presentes na nossa realidade. Ele pode estar relacionado a maneira como avaliamos e nos sentimos frente a determinada situação e de como a enfrentamos. Por exemplo, uma pessoa frente ao ingresso na universidade pode vivenciar esta situação como um novo desafio bem vindo, enquanto outra pode considerar um risco e possibilidade de fracasso.

O estresse por si só não compromete a vida e a saúde de uma pessoa. Em muitos casos pode até mesmo impulsionar o sujeito em direção à conquista de seus objetivos. No entanto, a frequente exposição a situações de estresse pode desencadear várias alterações fisiológicas, psicológicas e sociais que podem impactar negativamente na sua saúde. Nestes casos, é necessário ficar atento a alguns sinais de que podem demonstrar que os níveis de estresse passaram dos limites:

  • alteração de sono e concentração
  • mudanças no humor
  • pensamento acelerado
  • preocupação excessiva
  • sensação de que não consegue finalizar as atividades planejadas
  • desencadeamento de doenças do sistema circulatório, digestivo e respiratório
  • desenvolvimento de transtornos psíquicos como Depressão, Ansiedade, Transtorno de Estresse Pós-Traumático entre outros.


Foto: Pixabay

Você pode até não perceber ou, achar que não há influência, mas o estresse afeta e muito a sua vida financeira. Existem muitos indícios que os eventos estressores têm consequências que podem impactar no bem estar de uma pessoa e levá-la ao afastamento do trabalho, diminuição de produtividade e ao maior isolamento. Certamente, isto vai implicar nas finanças.

A pessoa frente a situação estressora pode buscar uma compensação através do consumo. Por outro lado, os problemas de saúde advindos do agravamento do estresse também podem trazer endividamento. Ao mesmo tempo, vários estudos indicam que uma das principais causas de situações de superendividamento está relacionada a problemas de saúde.

8 dicas para evitar o endividamento com o cartão de crédito

Desta maneira, é importante aprender a lidar com o estresse e prevenir o seu agravamento. estratégias como a busca por psicoterapia, diferentes práticas de relaxamento, ter como hábito exercícios físicos regulares e o acompanhamento e a orientanção de profissionais especializados e da área da saúde podem ajudar a superar o estresse e ter uma melhor qualidade de vida.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190