gastronomia e viagem

Barcelona, Freddie Mercury e a Igreja Sagrada Família

Colunista José Renato da Silveira dá dicas de viagem para a cidade de Barcelona

José Renato da Silveira


Freddie Mercury e Barcelona

Todo ano, Freddie Mercury emplaca seu nome nos Trending Topics do Twitter ao menos duas vezes - no aniversário de sua morte, no dia 24 de novembro (mesmo dia que nasci), e no de seu nascimento, em 5 de setembro.

Em 2018, Freddie completaria 72 anos.

Um dos álbuns de maior sucesso de Freddie Mercury foi quando ele gravou Barcelona (1988), que contava com a participação da cantora lírica Montserrat Caballé (que faleceu em 2018).

Quatro anos depois, a cidade espanhola sediou as Olimpíadas de 1992. Como Freddie havia morrido alguns meses antes, em novembro de 1991, a abertura do evento incluiu uma apresentação de Monsterrat Caballé em um dueto virtual com o cantor. A canção também foi utilizada neste vídeo que iniciou as transmissões da cerimônia de abertura dos jogos.

Umas das músicas, neste álbum, que mais me toca na voz "anormal" de Mercury - os vibratos oscilam entre 5,4 Hz e 6,9 Hz; o de Mercury foi 7,04 Hz - é a música How can I go on (Como posso continuar) que ele faz dueto com a soprano Monsterrat Cabalé


"Quando todo o sal retirado do mar
Eu permaneço destronado, estou nu e sangrando
Mas quando seu dedo apontar tão selvagemente
Terá alguém para acreditam em mim?
Para ouvir meu apelo e tomar conta de mim
Como posso continuar?
Dia após dia
Quem pode me fortalecer em todos os caminhos?
Onde posso estar seguro?
Onde posso pertencer
Neste grande mundo de tristeza
Como posso esquecer
Aqueles lindos sonhos que compartilhamos
Eles estão perdidos em lugar nenhum
Como posso continuar
Às vezes eu começo a estremecer no escuro
Eu não consigo ver quando as pessoas me assustam
Eu tento me esconder longe da multidão...".

Admito abertamente que essa música sempre tocou meu âmago. Ela me enche de um misto de sentimento de nostalgia e de epifania.

No ano de 2018, passei por muitas provações e desafios - depressão - e, no fim do ano, tive o diagnóstico de paralisia facial e surdez mista moderada. Meu ouvido esquerdo estava lesionado e eu não ouvia com clareza os sons graves. Aconteceu um episódio de reviravolta que me marcou.

No dia 03 de dezembro de 2018, ao retornar da Catedral Metropolitana de Santa Maria para casa - após longas orações - as lágrimas correram pelos meus olhos. Lembrei-me da canção How can I go.

Fui ouvindo-a do meu I-phone quando descia a Rua Floriano Peixoto. Prometi, a partir daquele instante, em nome de Nossa Senhora da Imaculada Conceição que conhecerei Barcelona e, em especial, a Igreja Sagrada Família em 2019.

Igreja Sagrada Família e Gaudí

Uma das obras mais famosas de António Gaudí e uma das mais importantes da Espanha - embora esteja ainda incompleta - é a Igreja Sagrada Família. Ela tornou-se o cartão-postal de Barcelona. Essa Igreja é o ponto turístico mais visitado na capital da Catalunha e um dos mais turísticos na Espanha. A construção da Igreja Sagrada Família iniciou em 1882 e até hoje está em obras, tendo previsão de finalização em pelo menos 10 anos. Em 1926, Gaudí faleceu e não chegou a ver sua obra terminada e assim, como seus outros projetos, a Igreja conseguiu ter um estilo único no mundo da arquitetura e arte modernista, que impressiona qualquer turista. As edificações do arquiteto ficaram tão famosas que há o roteiro Gaudí que você pode fazer, passando por inúmeras outras obras espalhadas pela cidade como La Pedrera (Casa Milá) e a Casa Batllò, que ficam no Passeig de Gràcia, bem no centro de Barcelona. E claro, o famoso Park Güell, o principal parque de Barcelona e que é um lugar único.

O bacana é que mesmo ainda em fase de acabamento, é possível entrar para visitar a Sagrada Família inteira e até assistir às missas. No interior da Igreja ainda funciona um museu, desde 1961, que possui vários objetos como desenhos, móveis e plantas da Sagrada Família feitos por Gaudí e também maquetes de vários tamanhos e ângulos da obra. Inclusive o próprio arquiteto está sepultado na cripta da Sagrada Família. Não importa qual a sua religião, ir conhecer a Igreja arquitetada por Gaudí é obrigatório. Para visitar a Igreja é necessário ingresso e uma dica é já comprá-lo pela internet aqui no Brasil, pois são mais baratos e você não pega fila nenhuma.

Caro leitor, neste ano de 2019, que possamos ter saúde, paz, prosperidade e a Sagrada Família ao nosso lado. E, por fim, que possamos fazer inúmeras viagens nacionais e internacionais ao longo do ano. Um afetuoso abraço.

Fonte: Dicas de Barcelona 

Imagens


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190