vida e saúde

Dia de Enem

Depois da primeira prova do Enem, colunista conta como os adultos podem ajudar quem está participando do Exame

Hoje é dia 03 de novembro. Para mim é um domingo tranquilo, o tempo está com a cara emburrada e certamente irei curtir minha preguiça. Porém, não será um domingo tranquilo para milhares de jovens e famílias de todo o país. Hoje é dia de ENEM. Exame Nacional do Ensino Médio. Se você espera que eu dê dicas de como se livrar da ansiedade nesses dias de prova, sinto muito decepcioná-lo. Minha escrita irá para outros caminhos.  

Desde quando fui eu quem precisou se submeter à provas como essas (na minha vez era o PEIES) já tinha algumas reflexões sobre esse momento e agora acompanhando adolescentes e jovens nesse percurso elas só ficam mais evidentes.

Sempre digo que tive um bocado de sorte em acertar na escolha pelo curso de Psicologia. Afinal, uma escolha tão importante como essa, feita aos 17 anos tem muitas chances de dar errado. E você pode estar se perguntando... mas porquê? Bem... aos 17, 18 anos ainda estamos na adolescência. Esse momento da vida e de nossa constituição psíquica é o período mais recheado de incertezas e desafios.

Os adultos que romantizam a adolescência certamente o fazem por deixarem esquecidos nos confins de suas memórias os tantos conflitos inerentes a esse período. Quem eu sou? O que eu gosto? Os outros gostam de mim? O que é preciso para ser aceito num grupo? Como será a vida de adulto? Essas e outras tantas questões povoam as cabeças e corações angustiados de nossos adolescentes.

Os pais, envoltos em suas rotinas atribuladas de contas a pagar, trabalho e responsabilidades, entendem que os filhos "apenas têm que estudar". Doce ilusão. Ao mesmo tempo que eles precisam adquirir o saber formal apresentado na escola, também precisam saber sobre si mesmos, sobre as relações com amigos, família e amores. Enfim, saber sobre a vida e como vivê-la.

No meio disso, eles precisam escolher sua profissão, escolher algo que se dedicarão para o resto de suas vidas. As demandas de sucesso, dinheiro e imperativo de felicidade característicos de nosso tempo formam a cereja do bolo. Bolo com camadas de angústia, dúvidas e coberto com muito medo do futuro.

No dia de hoje, que todos nós adultos tenhamos mais empatia com nossos adolescentes, que possamos olhar e acolher o estresse, nervosismo e ansiedade inevitáveis desse momento. E a vocês, queridos adolescentes, lembrem-se que o resultado dessa prova não os define por completo, vocês ainda estão aprendendo como caminhar nesse turbilhão chamado vida e os adultos que os amam continuarão aqui, para o que der e vier.


fale conosco

redação
[email protected]
(55) 3213-7100
(55) 99136-2472
(WhatsApp)
Endereço
Faixa Nova de Camobi, 4.975, Bairro Camobi, CEP 97105-030, Santa Maria - RS

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3213-7272
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3213-7272
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas falhas de entrega)
[email protected]
[email protected]
chat

para anunciar
(55) 3213-7187
(55) 3213-7190