contatos Assine
são sepé

Município não terá Carnaval de Rua este ano

11 Janeiro 2018 11:30:00

Falta de recursos e segurança devem deixar a cidade sem a folia

Foto: Divulgação
Em 2017, promoção do Carnaval de rua na cidade custou R$ 50 mil

São Sepé deve se somar a outras cidades da Região Central que cancelaram o Carnaval municipal em 2018. Assim como grande parte dos municípios, questões de segurança e de legislação, somadas à carência de recursos públicos, são os fatores que mais pesaram para a tomada da decisão. Em dezembro do ano passado, a festa popular foi tema de encontro dos prefeitos da AM Centro, e a maioria dos gestores optou por não realizar o Carnaval em suas cidades.

A Fundação Cultural Afif Jorge Simões Filho chegou a fazer orçamentos e calcular a festa, que no último ano teve custo de R$ 50 mil. Dois formatos para as folias do Carnaval de Rua foram preparados e informados para os dirigentes das escolas de samba e bandas musicais, empresas de sonorização e luz. Porém, a decisão foi aguardada até os últimos dias pelos organizadores e o prefeito.

Caçapava do Sul deve ser o próxima a proibir os foguetes

O endurecimento da legislação também é tido pelas autoridades municipais como mais um obstáculo. Segundo a Fundação Cultural e a Procuradoria Jurídica do Município, desde a implementação da Lei dos Convênios (nº 13.019), é exigido que entidades, grupos e associações possuam estrutura física, site e uma série de documentos e normas para comprovar o uso de verbas públicas.

SEGURANÇA
O prefeito Léo Girardello (PP) e o procurador jurídico do município, em reunião na Promotoria de Justiça, no final do ano passado, debateram as questões de segurança, situação que preocupa as autoridades. Essa mesma questão também foi tema de conversa do Executivo municipal com o comando da Brigada Militar de São Sepé. Girardello destacou que reconhece a importância da festa popular, mas frisou que a situação que se apresenta limitou a realização.  

- A gente lamenta, pois é um evento que oferece entretenimento para famílias da comunidade. Mas precisamos atuar com responsabilidade e, neste momento, mais do que nunca, atentos à nova legislação - diz.

Praia das Areias Brancas ganha acessibilidade

O baixo efetivo da Brigada e a norma que atinge a contratação de empresas de segurança privada também limitam a capacidade de contratação do município. 

*
Com informações de O Sepeense 


fale com a redação

quem somos
leitor@diariosm.com.br
(55) 3213-7110
(55) 99136-2472
(WhatsApp)

redes sociais
facebook
instagram
twitter
youtube

 


para assinar
(55) 3220-1717
diariosm.com.br/assinaturas

central do assinante
(55) 3220-1818
(55) 99139-5223
(WhatsApp, apenas mensagem de texto)

para anunciar
(55) 3219-4243
(55) 3219-4249